Trem fantasma

Fazia muito tempo que não entrava em parede. Segundo o meu caderninha, a última escalada longa foi a Wal, no Rio de Janeiro com o Alan. Desde então, muito boulder e escalada esportiva.

O estado de Espírito Santo, em termos de escalada, é conhecido pelos inúmeros picos que se espalham pelo interior. Desde que vim morar aqui, ainda não tinha provado a escalada especialidade do estado.

Uma das vias mais conhecidas pela comunidade por aqui é a via Trem Fantasma, conquistada em 1999 pelos escaladores Zé Márcio e Renato. A via tem aproximadamente 350m de extensão, 8 enfiadas e o grau máximo é um 7a de aderência.

Entramos eu e o Afeto, ao meio-dia de hoje, para fazer as oito longas enfiadas. Começamos bem, escalei uns 30m para descobrir que a via não era por ali. Desescalei os 30m xingando o Afeto e finalmemte entramos na via as 12h30. Escalamos sempre revesando as enfiadas e depois de aproximadamente 4h 30 chegamos ao “cume”, ou final da via. Assinamos o livro de cume e começamos a longa jornada de volta. Rapelar 350m com uma corda de 60m…. Deu 15 rapéis!!!

Mais 1h30 rapelando, a noite caindo, e às 18h30 finalmente chegamos na base da parede totalmente às escuras (claro que tinhamos apenas um headlamp).

Boa escalada, mas de vez em quando….

Para visualizar o croqui da via, clique aqui!

Para baixar o tracklog, clique aqui!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Fechar Menu