Pedra do Limoeiro

Itarana - ES

Alt. 840m

Atualizado em 28/12/2017

A Pedra do Limoeiro é uma grande pedra que destaca na paisagem logo que termina de descer a Serra do Limoeiro, em direção ao Distrito de Praça Oito em Itarana. Atualmente a pedra conta com duas vias mistas na face oeste da pedra. Esta mistura de proteção faz dessas vias um diferencial na região, uma vez que fendas são feições pouco comuns no Estado. 

Como chegar

Esta pedra encontra-se na localidade de Praça Oito, entre Itarana e Santa Teresa. Da capital Vitória, a pedra está distante a 110km (2h).

O melhor ponto para deixar o carro fica antes de Praça Oito. Assim que descer a última serra antes de chegar em Praça Oito já é possível de avistar a pedra no lado direito. O estacionamento fica ao lado de um bar (esquerda) com uma cancha de bocha no outro lado da estrada. Para solicitar passagem, dirija-se à casa da esquerda do bar.

Mapa

Filtrar por

Aproximação

Suba a estrada ao lado da cancha de bocha até chegar no curral (até aqui é possível chegar de carro). Estacione o carro e siga caminhando em direção ao desmoronamento. A depender da época do ano (período de chuva), esse trecho costuma estar com bastante mato. Já na época da seca, o pasto fica mais ralo, mas ai os carrapatos fazem a festa.

Suba pelo desmoronamento até encontrar a pedra. Esse trecho, possui alguns lances técnicos, principalmente na saída. Caso não esteja confortável, não hesite em calçar a sapatilha, pois há pelo menos dois lances “estranhos”. Na pedra, siga à esquerda até encontrar o grande diedro. Não confundir com o diedro visto do desmoronamento. Para descer o rampão que dá acesso, há uma árvore no lado esquerdo com uma fita e malha para descer (70m). Após esse rapel, uns 5m abaixo, há uma chapa de inox para descer o trecho mais vertical (35m). A aproximação dura em média 40 minutos.

Data da conquista

01/07/2017

Conquistadores

Naoki Arima e Cosme Manetti

Equipamentos necessários

  • 2 cordas de 70m;
  • 6 costuras, sendo algumas longas;
  • fitas e mosquetões;
  • cordeletes ou fitas para abandono nos rapeis;
  • 2 jogos de friend (#.3 – #2) + 1x #3 e #4.

Descrição das enfiadas

1a enfiada – O início da via fica à esquerda da via “Eu Sou a Lenda”. Para acessar a base é preciso seguir a parede passado por uns trepa blocos até chegar a uma árvore que fica no início de uma chaminé que vai se estreitando para cima. A via começa nessa chaminé que depois vira uma fenda frontal de mão. Assim que a fenda sumir, pega a fenda da direita e segue até o fim. Neste ponto, faz-se uma travessia à direita, pela face da pedra, até chegar na fenda frontal da 2a enfiada da via “Eu sou a lenda”. A dica é reservar um Camalot #75 e #4 para o final. Compartilha a P2 da via “Eu sou a lenda”. IV, 35m.

2a enfiada – A via segue pelas chapas da via “Eu sou a lenda” até a próxima parada que fica num platô confortável.

3a enfiada – A via segue em travessia à esquerda para buscar outro platô que logo em seguida vira um diedro. A linha segue protegendo nesse diedro até o fim. No final, a via segue pela face da pedra protegendo em uma chapeleta até a parada dupla. Levar peças pequenas. V, 40m.

4a enfiada – A linha segue pelo segundo sistema de diedro, porém dessa vez mais vertical e mal protegido. O crux da enfiada está protegido com uma chapeleta. Quando a fenda acaba, a escalada segue em agarrência até o platô onde há várias árvores para parada. VI, 35m.

5a enfiada – A última enfiada segue em diagonal à esquerda por um platô e depois segue para cima em agarrência. Até a 2a proteção fixa, a via volta à direita em direção a um cume falso, onde há uma parada dupla. IV, 65m.

Descida -Da P5 descer até a P4 (65m). Da P4 até a P2 (65m) e da P2 até a base, 72m. Na P4 há uma fita com malha numa árvore para facilitar a puxada de corda. É imperativo que a fita seja substituída!

Data da conquista

20/10/2013

Conquistadores

Caio Afeto, Naoki Arima, Roney DuNada, Zé Márcio

Equipamentos necessários

  • 2 cordas de 60m;
  • 8 costuras, sendo algumas longas;
  • fitas e mosquetões;
  • Cordeletes ou fitas para abandono nos rapeis;
  • 1 jogo de friend (#.3 – #3).

Descrição das enfiadas

1a enfiada – IV – 20m. Começa numa fenda frontal de dedo e depois sai em travessia, protegida com chapas, à esquerda, até encontrar a parada perto do diedro.

2a enfiada – IV – 25m . Começa com uma pequena travessia à esquerda até encontrar a fenda frontal. Sobe pela fenda até o final e depois entra na face até encontrar a parada. Camalot #.75 – #3.

3a enfiada – V – 35m. Escalada constante pela face até chegar num pequeno platô de mato. Tem um pequeno crux na chegada do platô. A dica é dar um balão pela direita antes de chegar no platô.

4a enfiada – IV – 40m. Começa em móvel por uma laca bemóbvia e depois segue pela face até a parada.

5a enfiada – IV – 40m. Escalada pela face em direção a uma árvore visível da parada. Depois da chuva, este trecho poderá estar molhado. Parada dupla de inox.

O livro de cume está logo acima da árvore, debaixo de umas lacas.

Rapel

P5 – P4 = 50m

P4 – P3 = 40m

P3 – P2 = 40m ou P3 atéa base com uma corda de 70m.

P2 – chão = 50m

Para descer o costão, vá bem para esquerda onde há uma árvore que pode ser usada para montar um rapel de 60m até o meio do costão. Depois desescale mais uns 20m até um estreitamento onde a pedra fica mais inclinada. Neste ponto há uma chapeleta de inox para montar outro rapel de 35m até a base do costão.

Sol e sombra

A face da pedra com as vias está voltada para noroeste com sol à tarde. No inverno é comum ventar bastante (levar corta-vento).

Leia mais no blog

“Eu sou a lenda” (melhorias)

^ Pedra do Limoeiro onde fica a via “Eu sou a lenda”. No último final de semana fiz uma repetição em solitária da via “Eu

Superando trauma

Pedra Sem Nome de Praça Oito. A via “Eu sou a lenda” transcorre pela aresta da esquerda. Na base da pedra, o desmoronamento de 2013.

Eu sou a lenda!

Poderia começar esse post escrevendo tudo de novo sobre otimismo que já havia falando há duas semanas num outro post, porque parece que a história se

Assinar blog por e-mail

Junte-se a 36 outros assinantes

Fechar Menu