Caio Afeto no cume da pedra ao entardecer.

Pedra da Bandeira ao entardecer.

Na Flor da Idade (6o, VIIb, D3, E3, 305m)

Atualizado em 12/04/2016

Via Na Flor da Idade - Pedra da Bandeira

Filtrar por

A Pedra da Bandeira está localizada junto à estrada que liga a cidade de Castelo a comunidade de Patrimônio do Ouro.

Estacione o carro no ponto onde a estrada chega mais perto da pedra, uns 50m abaixo de uma bica d´água com uma santinha, perto de uma curva bem fechada.

A partir dali, suba caminhando pelo cafezal em linha reta até encontrar a mata. Assim que entrar na mata, caminhe aproximadamente 50m à direita até encontrar um grande bloco. Neste ponto, suba em linha reto até a base da pedra. A trilha percorre sempre por dentro de um bambuzal. O chão está repleto de folhas de bambu seco, o que facilita a orientação.

Da base da via é possível ver, pelo menos, as duas primeiras chapeletas da via.

Tempo

A pedra fica voltada para face norte, com sol o dia inteiro. Uma boa estratégia é entrar bem cedo na via para se expor o menos possível.

[wpc-weather id="15933" /]

_DSF3844

Pedra da Bandeira vista do estacionamento.

Escalada

Na_flor_da_idade

1a enfiada - A primeira enfiada é relativamente curta, tem uns 25m e é toda protegida em chapas, com uma colocação móvel opcional em terreno fácil. O crux fica logo depois da virada num trecho de aderência.

2a enfiada - Enfiada longa de aproximadamente 40m toda protegida com chapeletas. Logo na saída, há 2 chapas, uma está numa laca que expandiu com o tempo e foi substituída por uma nova. Mais acima a via transcorre por uma seção de rocha expandida que exige muita atenção. O crux da enfiada fica na última proteção antes de chegar na parada (7b), mas que pode ser passado em french free.

3a enfiada - Enfiada curta de uns 15m em travessia à direita passando por baixo de um pequeno teto. Lances técnicos de 7b fazem dessa enfiada um dos cruxs da via.

4a enfiada - A linha segue em diagonal à esquerda seguindo um veio de cristal com muitas agarras. A enfiada tem aproximadamente 40m e acaba em um pequeno platô com um bloco gigante encravado. O último lance, antes de dominar o platô é em french free. Enfiada toda chapeleteada. VIo grau.

5a enfiada - A via continua pelo veio de cristal em direção à um diedro. 25m toda protegida com chapas.

6a enfiada - Enfiada de 40m em arco à direita passando pelo diedro. No início, a enfiada é protegida com chapas e móveis (Camalot #.3 - #4) e depois, quando a fenda ficar cega, sai pela face em direção às bromélias. Nas bromélias, há um enorme bloco do tamanho de um carro escorado na pedra. Há uma chapa no final dela, depois segue em travessia à direita até a parada. A parada fica atrás de uma laca e não é visível até chegar no platô.

7a enfiada - Enfiada de uns 30m por dentro de uma canaleta suja com mato e árvores. O trecho é protegido em móvel e ancoragens naturais. Há um pequeno trecho vertical fendado que foi vencido em A1. A parada fica num pequeno platô antes de uma chaminé mais vertical.

8a enfiada - A enfiada segue pela canaleta por aproximadamente 40m no mesmo estilo da anterior. Ao longo da enfiada há duas chapas, uma na saída e outra no final, o resto é protegido em móvel e ancoragem natural. A parada fica no lado direito de um grande platô. Ela está um pouco fora da linha, mas tem como finalidade facilitar o rapel.

9a enfiada - No platô, à esquerda, antes do final dela, há uma fenda de dedo paga ganhar um lance. A via segue por esse lance até ganhar um terreno mais fácil, por fora da canaleta. A parada dessa enfiada é em árvore numa parte onde a pedra perde bastante inclinação.

Caminhada final - Deste ponto até o cume são mais uns 90m de escalaminhada por dentro da mata intercalado com rocha. Não precisa subir encordado, mas é prudente levar uma corda para auxiliar no rapel.

Descida

Do cume, descer desescalando até a P9. Da P9, fazer 2 rapeis de 30m em árvores até a P8. Da P8 descer na ordem até a P6. Da P6, com duas cordas de 60m é possível descer até a P4. Da P4 descer até a P2 e da P2 é possível descer até a base se descer em diagonal à direita. A corda não chega até o chão, é preciso desescalar um pequeno trecho de uns 10m até chegar na base.

Equipos para repetição

  • 2 cordas de 60m;
  • 10 costuras;
  • 1 jogo de Camalot (ou equivalente) até o #4;
  • Fitas;
  • Cordelete para abandono ( as paradas estão com corda/fita e uma malha).

Fotos

Assinar blog por e-mail

Junte-se a 36 outros assinantes

Fechar Menu