Pedra Pontuda

Castelo

Atualizado em 07/02/2018

Filtrar por

Como chegar

Saindo de Vitória, tome a BR-262 até a cidade de Venda Nova do Imigrante e em seguida a ES-166 em direção a cidade de Castelo. 7km após a Gruta do Limoeiro, saia da rodovia em direção à Fazenda do Centro (sinalizada) por estrada de terra. Da Fazenda do Centro, rode mais 2,7km e vire à direita passando uma ponte. Nas próximas duas bifurcações tome à direita e siga subindo em direção ao alto da serra. Na primeira porteira azul estacione o carro e solicite passagem na casa. A partir deste ponto, a depender das condições da estrada e do tipo de carro, talvez seja necessário seguir caminhando. Após passar a porteira siga pela estrada até a uma pedreira. Em condições normais, os carros chegam até este ponto. A partir da pedreira apenas carros com tração conseguem subir em direção à base da pedra. Caso continue de carro, suba até o colo da montanha e estacione o carro ao lado de um grande bloco. A partir deste ponto, uma caminhada direta leva até a base da via.


Normal (2o, IIIo, D1, E2, 150m)

Equipos

  • 1 corda de 60m se descer pela trilha ou 2x 60m se rapelar pela via;
  • 1 jogo de móvel. Melhor se tiver dois;
  • Fitas para ancoragem natural;
  • Fita para abandono caso desça pela via.

1a enfiada - A via começa no ponto mais alto da crista, ao lado de um pequeno arbusto. Da base é possível avistar o primeiro grampo original da via. Siga pelas fendas até o 1o grampo e depois continue pelo lado direito da vegetação protegendo em móvel até o segundo grampo (difícil de ver). A parada é em móvel a aproximadamente 60m da base (Peças pequenas). No início do pequeno diedro/canaleta, há um bico de pedra com algumas fitas abandonadas à esquerda. Memorize!

2a enfiada - A via segue pela canaleta. Há a possibilidade de subir reto, pela esquerda ou ainda pela direita até um grande platô na base do headwall. Parada em móvel (até Camalot #2).

3a enfiada - A via segue à direita em travessia. Há diversos pontos onde é possível subir por um sistema de fendas, mas sempre siga à direita até encontrar uma chapeleta antiga. Nesse ponto, suba em direção ao grampo (não original). O ideal é montar uma parada móvel ao lado do grampo para diminuir o atrito (Camalot #4 ou #2 repetido).

4a enfiada - Siga para cima, em direção às bromélias e protegendo nas fendas escondidas até um pequeno platô antes do cume final. Ali há outro grampo (amarelo) não-original da via. Depois é só pegar um costão final até o cume. Parada natural no cume.

Descida - Para descer, no cume, procure uma árvore no lado nordeste da pedra para descer direto até a P2. Da P2 desça desescalando até encontrar um bico de pedra com várias fitas abandonadas. Substitui as fitas antigas e desça até a base.

Outra opção é descer caminhando, mas essa descida é demorada e complicada. Não recomendada!

Face Norte

Via em conquista.

Para ler mais sobre a conquista, clique aqui!

facenorte

1a enfiada - Levar um Camalot #2 e #5;

2a enfiada - 14 costuras;

3a enfiada - 2x Camalot #.3-3;

4a enfiada - 2x Camalot #.3-6;

5a enfiada - Apenas 1 jogo até o Camalot #5;

6a enfiada - 1 jogo de Camalot até o #4.

Outras áreas de escalada na região

Assinar blog por e-mail

Junte-se a 36 outros assinantes

Fechar Menu