Bagé

Bagé - RS

Alt. 300m

Perdido no meio do nada, longe de tudo e muito perto da natureza, Bagé (320km de POA) é o point preferido da galera que curte uma boa escalada tradicional longe do crowd.

COMO CHEGAR

Saindo da capital (Porto Alegre) tome a BR-116 em direção a Pelotas e depois do pedágio acesse a BR-290 em direção à fronteira oeste. Depois de cansar de tanto andar, fique atento a sinalização que indica Caçapava do Sul/Bagé. Entre nesse trevo, em direção a Bagé (BR-153), até o acesso a Bordoada. A entrada vicinal, de chão batido, é um tanto quanto complicada de achar. O ideal é zerar o odômetro no trevo da BR-290 com a BR-153 e na altura do km 92 (22 J 0246194-6565638), ficar atento a uma parada de onibus à direita com um acesso à esquerda (têm várias paradas assim). Uma vez encontrado o acesso siga por esta estrada, abrindo e fechando porteiras (3) e atravessando sangas por mais 14km até encontrar as pedras.

Se você não conhece o caminho é altamente não recomendável viajar a noite, pois nessa região sempre baixa uma forte névoa durante a noite que limita a visibilidade.

A estrada vicinal pode estar em péssimas condições de trafegabilidade durante o período das chuvas (inverno).

Para baixar o tracklog, clique aqui!

ACESSO

Os escaladores deverão pagar uma taxa de R$ 7,00 por pessoa/dia diretamente na sede da fazenda que fica mais ou menos a 2km adiante da entrada da Casa de Pedra, no horário das 13h ou 19h (horários em que há morador na casa). Cada escalador deverá também entregar devidamente preenchido o termo de responsabilidade.

Os demais visitantes, não-escaladores, deverão acessar por intermédio da agência de turismo!

É de suma importância que esse procedimento seja tomado por todos os escaladores, uma vez que essa área de escalada encontra-se dentro de uma propriedade particular altamente sensível.

Para maiores informações, acesse aqui!

ROCHA

Conglomerado. Lembra muito o conglomerado de Caçapava do Sul, alias são rochas que se formaram na mesma idade. O estilo de escalada também é bem parecido.

NÚMERO DE VIAS

Aproximadamente 50 com graduação variando de 4o a 9c.

EQUIPO

Capacete, costuras e dependendo da via, 2 cordas.

MELHOR ÉPOCA

Outono. A região dos Pampas costuma ser rigorosa, por isso é bom estar bem agasalhado, porque o frio é de renguear cusco! No verão, os marimbondos estão em plena atividade!

[wpc-weather id=”15951″/]

ÁGUA

Levar de casa. Há um córrego embaixo da Cada de Pedra, mas dependendo da época do ano pode estar seco (verão). Aliás, no verão o calor é insuportável e os marimbondos estão à mil!

CAMPING

Selvagem. Não há nenhuma infra-estrutura. Por isso, não deixe nenhum lixo para trás.

CROQUIS

2015.02.25_Bage_situacao

Visão geral do primeiro conjunto.

2015.02.25_Bage_central

2015.02.25_Bage_Marimbondos

2015.02.25_Bage_morcego

Para ler o livre de cume do Pico do Morcego (1991-2010), clique aqui!

2015.02.25_Bage_ninho

SETOR CASA DE PEDRA

bage_casapedra

01-Mínimo impacto zero (6°)

02- Tarântulas (4°)

03- Bolinho de Chuva (A0)Duas enfiadas.

SETOR SABÃO DE COCO

bage_sabao

Para chegar à Pedra do Sabão entre à esquerda na clareira principal (próximo a área de camping e estacionamento), atravesse uma sanga seca e vá em direção ao maior bloco do bosque.

1- Crazy Monkey (9b)
5 proteções + parada simples.

2- Sem hoje não existe amanhã (projeto)
5 proteções + parada simples.

3- Sabão de coco (9c)

4- Trabalho operário (Projeto)
5 proteções + parada simples.

5- Certezas incertas (Projeto)
5 proteções + parada simples.

6- Operário Padrão (9c)
4 Proteções + parada simples.

7- Lendas de Bagé (projeto)
2 proteções + parada simples.


Links

Para maiores informações e novos dados, acesso site dos Netos: http://www.escaladasensur.blogspot.com/

http://www.escaladasnospampas.com.br/

NomePedraGrauAnoConquistadoresOBS
Edgar KittelmannPico do Morcego5o1989 (1990)João Giacchin, Luís H. Cony, Rafael Britto, Guilherme Zavaschi, Alexandre Zavaschi, Rudah Azevedo e Eduardo Ren
ExperiencePico do MorcegoProjeto2016Gabriel T. Netto
Papagaio pirataPico do Morcego4o, VI1996Rafael Britto, Francisco P. Zavaschi, Felipe P. Falcão e Leonardo Zavaschi,Posteriormente, Orlei Jr. e Paula Amaral abriram uma variante longe dos marimbondos, sendo esta, usada até os dias de hoje como a 1a enfiada da via.
Paranóia delirantePico do Morcego8a2006Gustavo e Gabriel Netto
MarimbondosPico do Morcego5o1976Edgar Kittelmann, Irene Fernandes, Norton S. e Roberto Capelari
Face ocultaPico do Morcego8a1999Orlei Jr., Paula Amaral, Elton Comoretto e Cristiano Silva
Chama a mãe que o pai tá locoConjunto Principal7a2016Gabriel T. Netto
Chega de saudadeConjunto Principal3oHelena Artmann e Flávio Weineviski
Corpo e almaConjunto Principal6o SUP2016Gabriel T. Netto
O canto da sereiaConjunto Principal5oEduardo Tondo, Carlos Sanches e Rafael Britto
Viajaço ou Viajada na EscaladaConjunto Principal5oCristiano Backes e Daniel Colmann
La CumparsitaConjunto Principal6o2011Gustavo T. Netto, Andréa P. Espiga e Gabriel T. Netto
Jardim SecretoConjunto Principal7a2014Gabriel T. Netto, Carol Cougo e Leonardo Morrissy
Mulher de FasesConjunto Principal7c2014Omar Guilhiano
Entre o Sol e a LuaConjunto Principal5o1995Orlei Jr. e Carlos Wolf
Laca OcaConjunto Principal8a2015Gustavo Netto, Gabriel Netto e Andréa Espiga
GeradorConjunto Principal7aDaniel “Carioca” e Cristiano “Bac” Backs
Dragão brancoConjunto Principal9b2006Gustavo e Gabriel Netto
Quebradeira como qualquer outraConjunto Principal6cGustavo e Gabriel Netto
O enigma do surucuáConjunto Principal6aLuís H. Cony
Eta cramulhãozinho endiabrado dos infernoConjunto Principal7aElton Comoretto e Marcelo Cardoso
Decifra-me ou te devoroConjunto Principal8aEduardo Tondo e Guilherme Zavaschi
Tiranossauro RexConjunto Principal8a
Seu NadicoConjunto Principal6oElton Comoreto e Alison Peroto
Marimbondos contra atacamConjunto Principal8cGuilherme Zavaschi ou Henrique Cony
Aproveita ManéConjunto Principal7cGabriel Netto e Guilherme Netto
NematelmintosConjunto Principal5cLuís H. Cony
Grip na certaConjunto Principal6cGabriel Netto e Marcelo “Maizena”
Bolinhos de chuvaCasa de Pedra5o1993Rafael Britto, Eduardo Ren e Michael Britto
Impacto zeroCasa de Pedra5oOtávio Fagundes e Cristiano R.
TarântulasCasa de Pedra4oJoão Giacchin e Fernando Batista ou Eduardo Tondo ?
Sabão de coco10aGuilherme Zavaschi
AlienNinho das Águias4oLuís H. Cony
Cabeça dinossauroPedra do Dinossauro6oJoão Giachin
Cabernet SauvignonPedra da Lua5o2008Omar, Osama, André e Crisitano
Ovelha não é pra matoPedra da Lua5o1999Alexandre Altmann, Iuberê Dutra e Ezequiel P.
Alta ansiedadePedra do Zeco Neto6c2000Gabriel Netto e Marcelo “Maizena”
Só assim meu chapaLajão4oDaniel “Carioca” e Paulo “Kricko”
Escadaria para o céuLajão4o1989Eduardo Ren e Tiago S.
Cabeça de mamutePedra do Elefante5o1990Eduardo Ren e Tiago S.
Los amigosPedra do Elefante7bGustavo e Gabriel Netto
EsfingeEsfinge6a1990João Giacchin
Tromba de Elefante5o

Outras áreas de escalada

Caçapava do Sul (Esportiva/tradicional) – 80km – 1h30min.

Minas do Camaquã (Esportiva/tradicional) – 70km – 1h30min.


Assinar blog por e-mail

Junte-se a 36 outros assinantes

Fechar Menu