Minas do Camaquã

Caçapava do Sul - RS

Alt. 220m

Minas do Camaquã é um lugar bem interessante com uma história singular que merece ser contada. Em 1865, um morador da região, chamado João Dias dos Santos Rosa, encontrou uma rocha de coloração de azulada na região e levou a tal amostra para uma Comitiva de Dom Pedro II que estava na região de Caçapava do Sul. A amostra foi encaminhada para uns ingleses que exploravam ouro na região de Lavras do Sul e constataram que se tratava de cobre.  Assim, os ingleses arrendaram a terra e deram início a exploração de cobre na região.

O auge da mineração de cobre aconteceu entre a década de 60 e 70 quando um magnata italiano chamado Francisco “Baby” Pignatari comprou as terras de João Dias e trouxe a Companhia Brasileira de Cobre (CBC) para região. Durante esta fase, Minas do Camaquã tinha aproximadamente 6 mil habitantes (atualmente moram aproximadamente 200 habitantes) com banco, engenho, correios, cinema e até uma usina hidrelétrica.

Em meados da década de 70, Baby entrou em falência e vendeu a mina para o estado que conseguiu manter operando até o início da década de 80 quando foi repassado para a cooperativa de trabalhadores que explorou a região até o seu esgotamemento em 1996.

Desde então, o local caiu no esquecimento até por volta do ano 2000 quando o local começou a atrair montanhistas que buscavam novas rochas na região. E assim deu início ao desenvolvimento do esporte na região. Atualmente, a região é um grande polo turístico em expansão que se aproveitou da história e das belezas naturais da região para atrair os turistas.

Para ler mais sobre a história da região, clique aqui!

Como chegar

Saindo de Porto Alegre, tome a BR-116 em direção ao sul do estado e logo em seguida acesse a BR-290 rumo à fronteira oeste até o km 317 (220km de Porto Alegre). Neste ponto, acesse a rodovia BR-153 em direção a Bagé (sinalizado). Siga pela rodovia até o km 515 544 onde há um trevo de acesso à Minas do Camaquã (tem uma placa escrito Hotel Minas 25km). Siga pela estrada de chão por mais 25km até chegar no distrito. A Pedra da Cruz fica logo depois da ponte sob o Arroio João Dias. De Porto Alegre até Minas do Camaquã são 300km (4h).

Mapa

Filtrar por

 

Rocha

Conglomerado. Face da rocha voltada para sul.

Melhor época

A melhor época é durante o outono e a primavera quando a temperatura é mais amena. No inverno, o frio poderá comprometer a escalada, embora não seja impeditivo. A face da rocha fica voltada para sul, com sombra o dia inteiro. No verão, o calor é intenso, mesmo na sombra, no entanto o grande problema essa época do ano são os marimbondos.

Fechar Menu