Parque Natural Braço Esquerdo

Corupá - SC

Alt. 350m

Este guia foi elaborado com base em uma trip que realizei em 2010. De lá para cá, algumas coisas mudaram, assim como outros setores surgiram. Na medido do possível tento manter as informações atualizadas, mas nem sempre é possível faze-lo. Por isso, use as informações com cuidado!

Como chegar

Vindo de Florianópolis (SC), a melhor opção é pegar a BR-101 (norte) até a altura da cidade de Joinvile e entrar na BR-280 em direção a Jaraguá do Sul. O trevo de acesso a Corupá fica a 14km da cidade de Jaraguá do Sul. Ao entrar na cidade de Corupá siga em direção ao centro e às indicações para a Rua Ana Bon (ou Ana Bon) que fica no outro lado da cidade. Na Rua Ana Bon tome à esquerda e siga sempre pela principal em direção a Cachoeira do Braço Esquerdo/Carverna (está bem sinalizado). Do centro da cidade até a Cachoeira são aproximadamente 8km. As paredes estão dentro da propriedade do Sr. Arlindo que durante a semana deixa o portão de acesso chaveado. Por isso é imprescindível entrar em contato antecipadamente. Durante os finais de semana, ele mantém uma bar perto da cachoeira e o portão fica aberto.

Para quem vem de Curitiba, a melhor opção é descer pela BR-116 em direção ao Rio Grande do Sul, via serra, sair depois de Mandirituba (12km) para Agudos do Su e depois São Bento do Sul. Em São Bento do Sul, contorne a cidade por fora até acessar a BR-280 e siga em direção a Jaraguá do Sul e Joinvile. O acesso a cidade de Corupá fica depois de descer uma grande serra (40km de São Bento do Sul).

Mapa

Filtrar por

Equipo

Uma corda de 60m, 15 costuras (algumas longas), lona, repelente e roupa de banho!!!

Onde ficar

A área de escalada está dentro do Parque Natural Braço Esquerdo – Evaldo Paust e sob a administração da Encanto Turismo & Aventura (cesar@encantosturismo.com.br fone 47 9974 7874 c/ Cesar Trevisan). É cobrado uma taxa de manutenção de R$ 5,00 que dá direito ao seguro contra acidentes e à permissão de escalada. O valor do camping é de R$ 5,00 por pessoa.

Alimentação

Há em abundância no local. Na cidade de Corupá há vários supermercados de pequeno porte. Na estrada de acesso, de quem vem de Joinvile, há um supermercado bem grande. Nos finais de semana, o bar do Sr. Arlindo fica aberto. Não deixe de provar o famoso pastel de palmito com uma cerveja bem gelada ou apreciar um bom churrasco com maionese (R$ 15,00).

Sol/sombra

A parede fica virada para o sul com sombra o dia todo. No inverno isso pode ser prejudicial por causa do frio e da condensação que deixa a parede totalmente molhada. No verão, mesmo na sombra o calor úmido aliada a ausência de vento torna o lugar bastante abafado. A melhor época ainda é durante a primavera quando o calor é mais ameno. É possível de se escalar mesmo com chuva. As vias #1 a #6 do setor principal e as vias do Setor Vale perdido ficam secas (porém úmidas) mesmo depois de muita chuva. As vias do #7 ao #19 molham com a chuva.

Rocha

Conglomerado. As vias são em geral negativas de 10m a 27m de extensão. Prevalecem as agarras em buraco, seixos e choquitos. Alguns buracos são bem machuquentas por isso convém usar esparadrapo em algumas vias (por exemplo na #11).

Croquis

As vias estão protegidas com grampos e chapeletas. As vias antigas estão equipadas com grampos e as mais novas com as chapeletas argentinas.

ATENÇÃO: Estes croquis estão desatualizados! Para ver a versão mais recente, clique aqui!

Para ver o croqui mais completo >> http://ecosdamontanha.blogspot.com.br/p/croqui-corupa.html

Além destes dois setores, ainda há um terceiro setor chamado Planeta dos Macacos que conta com 6 vias. Para maiores informações e croqui, clique aqui para visitar o blog do Playba!

Colaboração: Kavamura

Leia mais no blog

Paraná Trip: Sunny day

Aleluia!!! Sol em Corupá!!!! Dia de descanso, dia de secar as roupas, os equipos e claro, dia de muitas fotos. Todos os dias tenho o

Fechar Menu