Castelo

Pedra da Lembrança

Alt. 580m

Tradicional

Atualizado em: 25/02/2019

Distância

180km

Caminhada

10min.

Face

Norte

Livro de cume

Castelo

Pedra da Lembrança

Altitude: 580m

Distância

180km

Caminhada

10min.

Face

Norte

Como chegar

Da cidade de Castelo, tome a saída em direção a Cachoeiro de Itapemirim e em Aracui saia à direita em direção região de Estrela do Norte, passando pela região da Pedra do Fio. Após passar a localidade de Estrela do Norte, siga em direção à Lembrança. A via está no lado esquerdo, perto de uma cachoeira, exatamente no lado oposta da Agulha Juliana.

Para acessar a base da pedra é preciso solicitar passagem numa pequena venda que está localizada logo adiante (vide mapa).

Aproximação

Estacione o carro em frente à pedra. Cruze o rio em direção à casa abandonada e entre no cafezal em direção à mata. A via inicia na segunda fenda diagonal à direta que fica no lado esquerdo da cachoeira.

 

Mapa

Filtrar por

2/5

Rumo à Nascente

3o, IV, D1, E3, 280m

_DSF8596

Data da conquista

04/04/2015

Conquistarores

Naoki Arima e Caio Afeto

Equipos

2 cordas de 60m; 2 jogos de Camalot (#.3 até #3), um jogo de nut (muito útil), 4 costuras, fitas longas e fita para abandono (2).

1a enfiada – 40m – Enfiada bem tranquila toda em móvel. Um bom lugar para montar a parada fica logo depois de uma bromélia, um pouco antes do 1o teto, onde cabem alguns Camalots #3.

2a enfiada – 40m – A linha segue pela fenda passando pelo tetinho até esticar mais uns 40m até chegar uma parte mais inclinada da parede. A parada é em móvel e cabem alguns Camalots #2 (tricky).

3a enfiada – 40m – A enfiada começa num lance mais vertical (4o) – crux – e depois toca um esticão onde não é possível de proteger (fenda cega) até encontrar a 1a chapeleta da via. Há uma sequência de 3 chapas até chegar na base do 2o teto e a parada fixa fica depois dessa virada.

4a enfiada – 30m – Segue pela fenda até a fenda sumir e depois segue em aderência até o 3o teto, onde fica a parada fixa.

5a enfiada – 30m – Segue em travessia em direção à 2a linha de vegetação que sobe por um diedro. O ideal é fazer uma parada dentro desse diedro em algumas árvores para diminuir o atrito.

6a enfiada – 30m – Segue pelo diedro até o final. Nesse trecho é possível de ir pela aresta, evitando a vegetação. A parada fica no final do diedro em um 2 árvores pequenas.

7a enfiada – 30m – Esticão fácil em costão até uma árvore visível que fica acima à esquerda. Parada natural.

8a enfiada – Enfiada em travessia à direita indo em direção ao topo da cachoeira. Parada natural em árvore.

Descida – Da P8 até a P6 (65m); P6 até a P4; P4 – P3 em um rapel mais curto (40m); P3 até uma parada fora da via (60m); Depois mais um rapel de 60m até uma chapa simples e mais 40m até a base.

Importante: A via é tecnicamente fácil, mas as proteções são, por vezes, manhosas porque a fenda é em offset em vários trechos. Em outros trechos há muita pedra solta. Tentamos eliminar os mais perigosos, mas ainda assim requer atenção.