Pinheiro de bambu

Por muitos anos, Natal para mim foi sinônimo de muito trabalho. Como meus pais plantavam uva e a época da safra começava em dezembro, tínhamos muito trabalho e pouco tempo para as comemorações natalinas. Era normal colher uva no dia 24 e só acabar tarde da noite, mas no meio de tanto trabalho era tradição familiar preparar a árvore de Natal. Como naquela época não tinha essas “árvores” de plástico que temos hoje em dia, nós improvisávamos com um pé de bambu mesmo!!! Era “o programa” sair de trator, catar um pé de bambu nos fundos do terreno e à noite decorar o pinheiro, ou melhor o bambu, com as decorações natalinas.

Tempos depois, a gente foi crescendo e um dia o meu irmão cansou dessa história de bambu e resolveu cortar o único pé de pinheiro que tinha lá em casa e fez a primeira árvore de Natal de “verdade”. No ano seguinte, é claro que não tínhamos mais árvore porque ele a cortou no ano passado. Ai, para não ficar sem a árvore, ele saiu de trator e voltou com um pinheiro novinho em folha que ele roubou lá do terreno do Sr. Behne!!! E assim comemoramos mais um Natal com um pinheiro roubado do vizinho.

Lembrei de tudo isso, porque hoje montamos em casa a nossa árvore de Natal. Não é de bambu nem de pinheiro roubado. É um pouco artificial mas está valendo para voltar a ser um pouco criança.

Já a foto ai, foi brincadeira de criança grande. Câmera com a 50mm montada no tripé, configurado a ISO 50, f/2.8, 1 seg, mais um flash posicionado à direita para preencher o fundo e acionado remotamente.

TAGS:

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Fechar Menu