Três Pontões – ERRATA

Na postagem anterior, sobre a escalada nos Três Pontões de Afonso Cláudio, acabei fazendo uma confusão sobre a conquista original da montanha. Infelizmente, quando fui escrever o post, não tive acesso à internet para fazer uma pesquisa mais aprofundada, pois escrevi o texto dentro de um ônibus… Mas vamos aos fatos:

A primeira conquista nos Três Pontões foi em 1958, e não 1970, pelos escaladores , Hamilton Firme Maciel, Drahomir Vrbas, Patrick David White e Ricardo Batalha Menescal (foto abaixo), conforme pode ser lido neste relato.

Segundo Roberto Livre, escalador local de Afonso Cláudio, via comunicação verbal com o Panela, um dos conquistadores da via de 1958, essa conquista deve início na face sul pelo grande costão, provavelmente à esquerda da via acesso do Dedinho, para só depois acessar a chaminé principal pela face sul.

Os_conquis_1472008_37605

E em 1970, um outro grupo de escaladores de ponta (Carlos Braga, José Silva, Jean Pierre, Luiz Branca e Rodolfo Chermont) abriram a Chaminé Norte, conforme registro na croquiteca do Clube Carioca (figura abaixo).

Nessa linha, os conquistadores subiram pela face norte e depois passaram por um trecho em comum com a conquista de 1958, para só no final subir por uma outra chaminé, à direita da chaminé de 1958, para só no final se juntar novamente no lance da laçada. Nessa conquista, segundo Roberto Livre, via comunicação verbal com Jean Pierre, não foi batido nenhum grampo durante a conquista.

img0178

E em 2004, um grupos de escaladores mineiros abriram uma terceira via que faz cume no Pontão Maior, a via Vândalos Inocentes. Essa linha vem pela face leste até se juntar no mesmo platô das conquistas de 58 e 70. Nesse momento eles optaram por entrar na chaminé de 1970 para finalizar a via, sem saber que ali já tinha uma via. Assim, acabaram batendo uma série de grampos na base e dentro da chaminé. Ao saberem que ali já tinha uma via, os mesmos retornam à via e removeram parcialmente os grampos desse trecho, no entanto nem todos os grampo foram removidos devido a uma virada de tempo que forçaram descer da montanha.

Gostaria de agradecer ao escalador Roberto Livre por ter me ajudado a esclarecer os fatos e desde já pedir desculpa aos conquistadores das vias pela equívoco.

Postagens relacionadas

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.