“Amagal”

Era assim que chamava quando o via e ele prontamente respondia: Japa!!!! Com muita animação e entusiasmo.  As nossas conversas, em geral, eram para falar de escalada. Ele contava as últimas escaladas “incríveis” que fazia, eu contava as minhas roubadas e conversávamos sobre os projetos futuros. E nos últimos anos, toda vida dele estava voltada […]