Rio Grande do Sul

História do Montanhismo Gaúcho

Por Eduardo Cesar Tondo

Texto publicado originalmente na extinta Revista Headwall, No 8, 2003.

A história do montanhismo no Rio Grande do Sul começou na década de 50, quando o então pintor de paredes Edgar Kittelmann ingressou no Clube Excursionista Farroupilha (CEF) e passou a acompanhar suas excursões. Até então, poucas atividades com características de escalada de montanha eram praticadas no Estado devido a falta de material apropriado ou conhecimento técnico específico. Foi na conquista da via Sul do Pico dos Corvos, no conjunto do Itacolomi, em Gravataí, que o pai da escalada gaúcha começou sua longa trajetória de escaladas.

Naquele tempo, a subida estava sendo tentada pelos membros do CEF, com o auxílio de escada, porém o trecho mais difícil da via SUL, conhecido como Pedra do Covarde, necessitava de um pouco mais de coragem foi aí que Seu Edgar, como é conhecido do no RS, entrou em ação. Ainda sem experiência no montanhismo, porém acostumado a subir escada devido a profissão de pintor, Seu Edgar se ofereceu para tentar superar a parede, a qual estava impondo receio nos demais companheiros da empreitada. O trecho foi superado pelo então jovem de aproximadamente 20 anos e em 1952 o Pico dos Corvos foi escalado pela primeira vez pela face sul.

Em seguida, diversas escaladas foram realizadas, principalmente motivadas pela paixão pelas montanhas que nascera em Seu Edgar, a qual até hoje pode ser vista em seus olhos ao falar de assuntos relacionados ao montanhismo, ciclismo ou canoagem. Mesmo apresentando resquícios de paralisia infantil, esse pioneiro do montanhismo foi responsável pela escalada de diversas montanhas no Estado e também foi quem, a partir de catálogos de materiais de escalada vindos da Alemanha, fabricou centenas de equipamentos como mosquetões, pinos botas com cardas, estribos, martelos e outros.

Juntamente com companheiros, um deles outro ícone da escalada gaúcha, Luis Cony, fundaram o Clube Gaúcho de Montanhismo (CGM) em 1976, o qual veio a ser a escola de muitos montanhistas do RS. A partir daí, o montanhismo gaúcho ganhou força em termos de técnica, conhecimento e motivação, dentro de uma atmosfera “alpina” onde as escaladas eram feitas utilizando diversos estribos, cordas pintadas com tinta de tecido e roupas estilo “tirolês”.

Os escaladores do CGM aumentaram cada vez mais o número de conquistas por todo Estado, espalhando vias por lugares como Sapucaia, Morungava, Montenegro, Canela, Caçapava e Bagé, as quais foram a base para o desenvolvimento de muitos campo escolas do RS.

Muito em virtude desse desenvolvimento e com a influência da escalada esportiva e demais estilos específicos do montanhismo, nos anos 90 houve grande avanço no esporte em termos de abertura de vias de maior dificuldade, desenvolvimento de campeonatos e eventos, treinos específicos, cursos de escalada, etc.

Em seguida veio a fase atual, na qual vê-se claramente o aperfeiçoamento do nível técnico dos escaladores, das vias de escalada, e da organização do esporte através de associações regionais como as de Caxias di Sul, Bento Gonçalves, Santa Maria, Esteio, Caçapava do Sul, Bagé e outras, e da Federação Gaúcha de Montanhismo.

Outros croquis

Mapa
Filtrar por
TítuloDescriçãoURL do Link

Linha do tempo

Pico do Itacolomi é patrimônio cultural do estado

O governo do estado sancionou o projeto de lei nº 149/2003, que declara integrante do Patrimônio Cultural gaúcho o Morro do Itacolomi.

Falece o montanhista Ricardo Baltazar, o Rato

Falece o jovem montanhista Ricardo Baltazar de Oliveira (Rato), de apenas 33 anos em decorrência de uma queda durante uma caminhada na região do Cânion de Malacara, Praia Grande, no Sul de Santa Catarina.

Dioni Capelari manda 11a

O escalador caxiense Dioni Capelari realizou a 1a ascensão da via "Retorno de Jedi" (11a) na Gruta de Caxias.

1o nono grau feminino

A escaladora Lilian Tsuhako encadena a via Durepox (9a) e torna-se a primeira gaúcha a escalar uma via de nono grau.

Vini manda “Disciplina não ter, Jedi nunca será” (11a)

2006 - O escalador caxiense Vinicius Todero realizou a primeira ascensão da via “Disciplina não ter, Jedi nunca será” (11a) na Gruta de Caxias.

Campeonato de Boulder da AGM

3o Campeonato Gaúcho de Boulder da AGM organizado pela AGM nas instalações da ESEF-UFRGS.

1a ascensão da via "Insustentável Leveza do Ser" (10a)

O escalador caxiense Vinicius Todero realizou a primeira ascensão da via "Insustentável Leveza do Ser" (10a) na Gruta de Caxias.

Regrampeação do Behne

01/02/2003 - Regrampeação do Campo-escola Behne. Primeiro trabalho de regrampeação do estado subsidiado pela AGM.

Fundação da AMG

2002/01/17 - Fundação da Associação de Montanhismo de Gravataí - AMG

1a ascensão da via Octagon (9c)

22/09/2002 - Primeira ascensão da via Octagon (9c) na Pedra da Abelha em Caçapava do Sul pelos escaladores Guilherme Zavaschi (FA) e Thiago Balen (2nd ascent). Inicialmente a via foi graduada como o primeiro 10a do estado, posteriormente a via foi decotada para 9c.

Fundação da APECAM

Fundação da Associação Porto-alegrense de Escalada, Canyon e Alta Montanha

04/07/2000 - Fundação da AGM

Fundação da Associação Gaúcha de Montanhismo.

Fundação da FGM

2000- Fundação da Federação Gaúcha de Montanhismo.

04/08/2000 - Falece Sr. Edgar Kitellmann

Falece Sr. Edgar, pioneiro do montanhismo gaúcho.

Convite aos Heróis

Os escaladores Sérgio R., Rodrigo M. e Cristian S.conquistam a via Convite aos Heróis (350m, 7a, A3, E3) no canyon Malacara.

Campo-escola Behne

Início do desenvolvimento do Campo-escola Behne em Ivoti.

Fundação da ACM

Fundada a Associação Caxiense de Montanhismo.

Big Wall solitário no Itaimbezinho

O escalador João Giacchin iniciou a conquista em solitária da via "Migração Sem Retorno" no Canyon do Itaimbezinho. A sua conquista foi interrompida após uma queda de 12m sobre uma repisa de pedra e precisou ser resgatado pelos bombeiros. 

1o nono grau gaúcho

1994 - O escalador Guilherme Zavaschi encadena a via Triton (Itacolomi) e torna-se o primeiro gaúcho a mandar uma via de nono grau. A conquista da via foi iniciada em 1988 e concluída em 1992 com a "descoberta" do último movimento.

1o sétimo feminino

1994 - A escaladora Paula Amaral encadena a via Laranja Mecânica (7a) e torna-se a 1a gaúcha a mandar uma via de 7o grau de dificuldade.

1a Conquista no Salto

1994 - Os escaladores Gustavo Segato, Alexandre Fiorin e Fabio Roberti abrem a via Caramujos (5o) no Salto Ventoso.

Fundação do Leão Groppo

1994 - Fundação do Grupo de Montanhismo Ecológico Leão Groppo em Bento Gonçalves.

1o oitavo grau do RS

Os escaladores Eduardo Tondo e Guilherme Zavaschi escalam a via Creator (8a)  - Itacolomi - e tornam-se os primeiros gaúchos a romper a barreira do 8o grau.

Fundação do GMBS

Fundação do Grupo de Montanhismo Bandeirantes da Serra em Santa Maria.

Fundação do GMBS

O escalador Guilherme Zavaschi realizou a primeira ascensão da via Triton, no Pico Itacolomi, tornando se o primeiro gaúcho a encadenar uma via de nono grau.

Conquista da Pedra do ET

14/03/1991 - Conquista da Pedra do E.T. em Caçapava do Sul pelos escaladores João Giacchin, José Moreira e Iva Oliveira Santo.

Conquista da via "Sem medo de ser feliz"

1a Investida - 04-06/02/1990 - João Giacchin, Alexandre Zavaschi e Guilherme Zavaschi. Nesta Investida, o trio conquistou as três primeiras enfiadas da via (até o final do diedro).

2a Investida - 01/03/1990 - João Giacchin e Edson Struminsk. Investida final onde foram conquistadas mais duas enfiadas até o cume.

Fundação do CERGS

Fundação do Centro Excursionista do Rio Grande do Sul pelos escaladores Luis Henrique Cony, João Giacchin e Rafael Britto.

Conquista da via Sr. Edgar no Pico do Morcego

09/1990 - Conquista da segunda via no Pico do Morcego em Bagé pelos escaladores João Giacchin, Luís H. Cony, Rafael Britto, Guilherme Zavaschi, Alexandre Zavaschi, Rudah Azevedo e Eduardo Ren.

Primeiro 7o grau do RS

O escalador João Giacchin escalada a via Crepúsculo dos Ídolos (7o), no Morro do Sapucaia, e se torna o primeiro gaúcho a escalar um sétimo grau.

Começo da escalada esportiva

Conquista das vias Vidro (6o) e Costa do Elefante (5o) no Morro do Sapucaia pelos escaladores Eduardo Tondo e Carlos Sanchez.

Conquista do 1o 6o grau gaúcho

Conquista da via "Razão e Loucura" no setor das Aranhas no Morro do Sapucaia, primeiro sexto grau do estado.

Conquista do Pico da Canastra

Conquista da "Normal" e "Ronco do Bugio" no Pico da Canastra em Canela pelos escaladores Luis Henrique Cony, Roberto Capelari e Eric Schinkoeth.

Fundação da CGM

Fundação do Clube Gaúcho de Montanhismo - CGM por Edgar Kitterlmann, Luis Gonzaga Cony e outros.

Conquista no Pico do Morcego

1976- Conquista da via Marimbondos no Pico do Morcego em Bagé, pelos escaladores Norton Schereder, Irene Fernandez, Roberto Capelari e Edgar K.

Conquista da Pedra do Bugio

1976 - Conquista da Pedra do Bugio em Caçapava do Sul pelos escaladores Edgar K., Luís G. Cony e Rogério.

Conquista no Morro da Palha

1962 - Conquista da Torre do Portãozinho no Morro da Palha, em Morungava, pelos escaladores Arno Wolmann, Edgar K. e Luís Gonzaga Cony.

1a conquista em Caçapava do Sul

01/04/1974 - Conquista da face sul (Via do Coqueiro, Normal, Via do Sr. Edgar) da Pedra da Abelha em Caçapava do Sul pelo escalador Edgar Kittelmann.

OBS: Há uma outra fonte que data esta conquista no dia 07/09/1974.

Conquista do teto do Pico do Corvo - Itacolomi

Conquista do teto do Itacolimi pelo escalador Edgar Kitellmann.

Novas conquistas no Itacolomi

Conquista das vias Norte, Diedro e Enferrujada no Pico dos Gravatás (Itacolomi).

1a repetição da via do Pastor em Ie-ie
Conquista do Pico dos Gravatás

Conquista do Pico dos Gravatás (Itacolomi) em Gravataí pelos membros do CEF, estabelecendo a primeira via de escalada do estado.

Fundação da CEF

Fundação do Clube de Excursões Farroupilha.

Leia mais no blog