Caçapava do Sul

Caçapava do Sul

Atualizado em: 06/01/2021

Índice

Cassiano num 7c na Pedra da Lua.

Como chegar

De carro

Saindo de Porto Alegre, tome a saída sul em direção a Pelotas pela BR-116 e logo depois a BR-290, em direção à fronteira oeste do estado. 50km depois do trevo de acesso a Cachoeiro do Sul fica a primeira entrada para Caçapava do Sul via RS-153. Não use esse acesso e siga mais uns 15km até o próximo acesso a cidade via BR-392. Siga pela rodovia e depois do posto da Polícia Rodoviária Federal entre à direita (em frente ao Hotel Ciro Palace). Siga pela avenida principal até o trevo, perto de um posto, e vire à direita. Siga sempre pela principal em direção ao centro da cidade que fica no ponto mais alto. Cruze a avenida principal do centro (Av. 15 de Novembro), tome à esquerda na próxima quadra e siga sempre até outro trevo adiante. No trevo, em frente ao posto de gasolina, tome à direita e siga em direção a Lavras do Sul. 4km depois do trevo fica a estrada vicinal que leva à Pedra do Segredo. Na vicinal, siga sempre pela principal. O camping Galpão de Pedra fica na mesma estrada assim como o acesso ao Parque da Pedra do Segredo.

Mapa
Filtrar por

Melhor época

Outono. No inverno chove muito e no verão têm muitos marimbondos. A primavera é bem chuvosa. Vale lembrar que durante o inverno costuma fazer bastante frio pela manhã e a noite.

Série Histórica de Precipitação Mensal (Caçapava do Sul)

Série Histórica de Temperatura Mensal (Caçapava do Sul)

Rocha

Conglomerado de leque aluvial do Grupo Santa Bárbara.

Proteção

O tipo de proteção varia de via para via. Há vias com grampos (as mais antigas), chapeletas caseiras e chapeletas homologadas. Em geral, as vias mais antigas são mais expostas.

Equipo

15 costuras, uma corda de 60m, capacete, fitas e mosquetões avulsos.

Onde ficar

Camping Galpão de Pedra (55) 281-2247. (WC, chuveiro quente, churrasqueira, bar). Para maiores informações acesse: www.galpaodepedra.cacapava.net

Sol/sombra

Varia de acordo com a época e a face da montanha.

Marimbondos

Atenção alérgicos! Algumas vias ficam com marimbondos.

 

Dicas

  • No verão, muito cuidado com os marimbondos. Sempre leve consigo um anti histamínico, mesmo que você não seja alérgico;
  • Programe a volta para o camping, evite caminhar no escuro, pois é muito fácil de se perder nas trilhas;
  • Leve sempre um anorak e um headlamp (com pilha);
  • Não confie 100% nas proteções, principalmente nos grampos;
  • No dia de descanso, não deixe de conhecer o forte de Caçapava que fica no centro da cidade.

Guia de Escalada

Atualmente, há um guia de escalada bem completo da região publicado pelo escalador Vinicius Matté que contempla ainda a região de Santa da Boa Vista.

 

Pedra do Índio

Classificação

3/5

Face

Face leste.

Aproximação

45 minutos de caminhada.

Número de vias

Pedra da Abelha e do Corvo

Pedra da Abelha foi conquista em 1974 pelo pioneiro do montanhismo gaúcho, Sr. Edgar Kittelmann pela chaminé Norte. Esta via não é muito frequentada nos dias de hoje devido à vegetação que toma conta da chaminé, mas aos que se aventurarem, ainda é possível encontrar os pitons e grampos da conquista original.

Na década de 90 (?), foi conquistado pelo escalador gaúcho João Giacchin a via “Obrigado pela Vida” que é, até os dias de hoje, a via mais escalada para atingir o seu cume. Ainda hoje, a 1a enfiada da via é bastante famosa pela travessia exposta, porém fácil, que leva à caverninha onde fica a P1.

Já na pedra anexa, na década de 90, o mesmo João Giacchin conquistou em solitária a via “Absolutamente Absorto”, uma via famosa pelo esticão de quase 20m que tem no final da última enfiada.

Dez anos depois, na face laranja do pedra, onde fica a P2 da via “Obrigado pela Vida” foi conquistada a via “Octagon” (9c) que na época foi considerado o primeiro 10a do estado.

Pedra Alta.

Classificação

5/5

Face

Face leste e sul

Aproximação

30 minutos de caminhada.

Número de vias

Obrigado pela vida

5/5

A via “Obrigado pela vida” foi conquistada em outubro de 1989 pelos escaladores João Giacchin e Antonio Neuman e transcorre pela face leste da Pedra da Abelha (Pedra do Bugio).

A Pedra da Abelha foi conquistada pelo lendário escalador Edgar Kittelmann em 1974 pela face norte da montanha (Via Normal), mas é pela “Obrigado pela Vida” que a maioria dos escaladores acessam o seu cume.

1a enfiada – A via começa no lado esquerdo da pedra, quase na chaminé que separa com o pico anexo. Após subir uns 10m faz-se uma travessia à direita (expo) até acessar uma grande caverna onde fica a P1.

2a enfiada – A via segue pela direita e após o lance inicial a pedra perde inclinação e segue em terreno fácil até o platôs dos coqueiros. Recentemente foi adicionada, com a devida autorização do conquistador, uma parada dupla no final dessa enfiada.

3a enfiada – Na verdade esse trecho é uma caminhada pelo platô para ganhar a aresta da pedra.

4a enfiada – A escalada transcorre pela bela aresta da pedra em direção ao cume. A parada do cume pode ser difícil de encontrar.

Descida – Para descida, há uma linha de rapel à direita da aresta de quem olha para pedra, passando pelo negativo até chegar no platô dos coqueiros. Cuidado com os marimbondos! Do platô, basta caminhar até a P2 e depois descer até o chão.

Pedra do Segredo

A Pedra do Segredo é a pedra símbolo da cidade de Caçapava do Sul e pelo meio da face leste, transcorre uma das vias mais famosas do estado, a via “Sem Medo de Ser Feliz”, conquista em 1990 pelos escaladores João Giacchin, Alexandre Zavaschi, Guilherme Zavaschi e Edson Struminsk, considerada por muito tempo como a maior via do estado com 160m de extensão.

Classificação

5/5

Face

Face leste.

Aproximação

15 minutos de caminhada.

Número de vias

4/5

Sem medo de ser feliz

5o, VII, E3, D1, 120m

Data da conquista

03/03/1990

Conquistarores

João Giacchin, Guilherme Zavaschi, Alexandre Zavaschi, Edson Struminski.

Equipos

1 corda 60m e 10 costuras.

Conquistada no verão de 1990, a via “Sem medo de ser Feliz” foi considerada por muito tempo como a maior via de escalada do Rio Grande do Sul. A via foi conquistada em duas investidas: na primeira investida participaram os escaladores João Giacchin, Guilherme Zavaschi (então com 15 anos) e Alexandre Zavaschi (também com 15 anos). E na segunda investida os escaladores João Giacchin e Edson Struminski.

Para ler mais sobre a conquista da via nas palavras do conquistador João Giacchin, clique aqui!

1a enfiada – Enfiada crux da via que transcorre por uma espécie de canaleta até a base do teto e depois segue em travessia à esquerda. Gerenciar bem o atrito usando fitas longas para minimizar o arraste. Parada natural em um pé de coqueiro. 30m.

2a enfiada – Enfiada longa, 40m, que transcorre por um diedro bem evidente até o fim. Depois a via segue pela face até um buraco onde está a parada.

3a enfiada – A via segue pela direita vencendo um pequeno trecho vertical e depois segue por um terreno mais fácil contornando pela esquerda até o cume. 50m.

Descida – A melhor opção é descer caminhando pela trilha que leva ao cume. Trilha marcada com fitas.

Caio Afeto na saída da 3a enfiada da via "Sem medo do ser feliz".

Pedra da Lua

A Pedra da Lua é um setor de escalada relativamente novo que conta uma boa gama de estilo e dificuldade.

Classificação

5/5

Face

Face leste.

Aproximação

Uma hora de caminhada.

Número de vias

Pedra do Leão

A Pedra do Leão está localizada “no quintal” do Camping Galpão de Pedra. Devido a este fato e a facilidade de acesso, a Pedra do Leão é a pedra mais frequentada e com mais vias da região. Além disso, ela é uma pedra bastante democrática com vias de todos os estilos e dificuldades.

O cume da pedra pode ser facilmente acessado pela face sul mediante uma pequena escalaminhada. A mesma linha também é utilizada para descer do cume da pedra.

A face leste (que na figura abaixo está erroneamente escrito face sul) é uma ótima escolha para os dias quentes de verão, uma vez que fica na sombra à tarde, já no inverno… Fuja!

Classificação

5/5

Face

Face leste.

Aproximação

20 minutos de caminhada.

Número de vias

Vallecito

Pequeno setor de esportiva que fica seguindo o vale da Pedra do Leão (10min.) pela face sul. 

Classificação

4/5

Face

Face leste.

Aproximação

30 minutos de caminhada.

Número de vias

Pedra do Sorvete

Classificação

2/5

Face

Face leste.

Aproximação

Uma hora de caminhada.

Número de vias

Pedra do E.T.

Classificação

3/5

Face

Face norte e nordeste.

Aproximação

Uma hora de caminhada.

Número de vias

Pedra do E.T. é uma formação geológica bastante curiosa que lembra muito a face do E.T. (filme de Steven Spielberg). O seu cume, acessível apenas escalando, foi conquisto pelo escalador João Giacchin pela face norte. Assim como as outras vias do Giacchin, essa também ficou bastante famosa pelo esticão final. Infelizmente, nos dias de hoje esse esticão foi eliminado com a adição de um grampo extra.

Pedra Redonda

Classificação

2/5

Face

Face sul.

Aproximação

50 minutos de caminhada.

Número de vias

Pedra da Baleia

Classificação

5/5

Aproximação

Uma hora de caminhada. Para baixar o tracklog, acesse: https://pt.wikiloc.com/trilhas-montanhismo/pedra-da-baleia-61939015

Face

Face sul.

Número de vias

Pedra da Baleia é “queridinha” dos escaladores esportistas que frequentam a região. Distante a um hora de caminhada do Camping Galpão de Pedra, essa pedra oferece o que há de melhor em termos de escalada esportiva em conglomerado. E o melhor de tudo é que a face fica sempre na sombra, garantindo condições perfeitas.

8E183C7B-B79B-410C-A883-AEA5B7255333_1_102_o