Chuva na cabeça!

  • Capela de Santa Luzia, Itarana, ES.

_DSF5400

Pedra sem nome visto de dentro do carro. A gente ia escalar ali, mas só ia mesmo…

Em maio desse ano, aconteceu em Castelo (ES), a Abertura de Temporada de Escalada 2014, mas pelo andar da carruagem deveria ter se chamado Abertura de Temporada das Chuvas 2014 porque São Pedro está com a corda toda!

Na semana passada saímos de baixo de chuva de Itarana, e nesse final de semana não foi muito diferente…

No sábado, eu, Zé e Sandro fomos a Itarana com o intuito de repetir a via Ascendência Térmica para fazer uma escalada recreativa. Assim que chegamos no estacionamento o tempo virou e em segundo começou a chover forte, o suficiente para molhar a pedra e acabar com a escalada. 15 minutos depois, o tempo abriu e ficou assim… Foi só para estragar a tarde…

Para não perder o dia fomos procurar um acesso melhor à base da via que começamos na semana passada. Nesses lugares, é comum descermos a noite e quase sempre nos perdemos na mata fechada. E quando se está cansado, com fome e sede, não é nada divertido se perder na mata. Então aproveitamos a tarde para marcar, pelo menos, a trilha de acesso e assim, abrir o apetite para a janta.

_DSF5361

Pôr-do-sol incrível com o Cinco Pontões ao fundo. Na direita, tem uma nuvem lenticular. Nunca tinha visto por esses lados, mas era prenúncio do que viria no dia seguinte. 

_DSF5367

Entardecer no sítio. A vida por aqui tem um outro ritmo e valor.

_DSF5371

Nosso campo-base. Zé e Sandro preparando a janta: Fusilli ao molho de tomate com funghi! Tudo instantâneo!

A noite foi super agradável, céu estrelado e um frio gostoso para quem levou o saco de dormir certo… Não foi o meu caso. O domingo amanheceu parcialmente nublado. Perfeito para a escalada! Nos arrumamos e partimos para a pedra. Deleitamos na trilha aberta no dia anterior e chegamos rapidamente na base da pedra. Tirei o haulbag das costas e já fui colocando a cadeirinha para ganhar tempo. Assim que terminei de fechar a fivela, olhei para o céu e não acreditei no que estava vendo: chuva!!! Em segundos a chuva fina apertou e tivemos que colocar o anorak. Para quem levou, claro. Em minutos, a chuva apertou de tal forma que tivemos que descer para carro para nos abrigar. Não estava acreditando! A 15 minutos estava vendo o céu azul e em minutos a pedra estava chorando água!

Voltamos para o carro, esperamos a chuva passar e ficamos na expectativa de o tempo abrir para secar a pedra. Depois de 1h trégua, a chuva voltou novamente com vontade, sepultando de vez qualquer possibilidade de escalada nesse dia.

_DSF5385

Domingo, 5h 30min da manhã. Tudo pronto para a escalada!

_DSF5391

6 horas, aproximação tranquila com o céu azul ao fundo…

_DSF5395

7 horas. Virada do tempo e o fim da escalada!

Aos poucos estou assimilando melhor esse tipo de fracasso e conseguindo levar mais de boa a frustração. Mas frustração é frustração, não tem jeito. Mas a montanha vai continuar lá, assim como as nossas cordas que ficaram na parede : ( . E quem sabe na semana que vem, São Pedro esteja de paz conosco e permita chegar ao cume da pedra.

Boa semana a todos!

Postagens relacionadas

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.