A gente se f***, mas se diverte!

Após um sábado pesado, nada como uma conquista no domingo para dar um tempo à cabeça.

Com a promessa de cume fácil, virgem, pelado (sem vegetação no cume), escalada rápida e fácil convenci o DuNAda  (mais uma vez) e o Afeto para mais uma indiada! E assim partimos para a localidade de Praça Oito em Itarana, distante a apenas 120km de Vitória.

Essa pedra, da foto abaixo – à direita, já tínhamos (eu e o Chuck) dado uma sondada numa outra vez, mas na ocasião acabamos não entrando por falta de equipo móvel suficiente para a empreitada. Então, dessa vez voltamos armados e perigosos para o empreendimento!

_DSC2676

Arrumando os equipos e se preparando para a aproximação. A via transcorre pelo outro lado da aresta da direito no pico maior.

A aproximação (30min) e a primeira enfiada (40m, IV) foram bem tranquilas e rápidas. Por um momento, achei que ia ser fácil mesmo, mas quando resolvi dar um rolé e ver a pedra de um outro ângulo, foto abaixo, (desci da via para fazer essa foto) vi que estávamos beeeem aquém do esperado…. Conseguem ver o DuNada e o Afeto na via?

_DSC2689
Pedra desconhecida vista pela face sul. Ao fundo à direita, a imponente Pedra Alegre. 

No zoom abaixo, dá para ver eles no canto inferior esquerdo da foto acima! Viram? Acho que tem muita escalada pela frente, né?

E para piorar, tudo indica que a coisa vai ficar casca lá para cima… Parede vertical, pedra lisa, nada de fenda, cristal, veio… Vem bomba na certa!

_DSC2689-2Detalhe da via. DuNada (com a jaqueta do Afeto) na P1 com o Afeto conquistando a 2a enfiada (provável 6o).

Abre parênteses: é incrível nesse tipo de empreendimento, pelo menos para mim, como as sensações vão de um extremo ao outro num piscar de olho. Às vezes, a gente acha que vai ser fácil, no momento seguinte, parece que não vai ter jeito; uma hora você é o cara mais corajoso do mundo, depois, não consegue nem mover um dedo porque está dominado pelo medo. E assim, alegria e tristeza vão se alternando, mas no final, pelo que vejo, a felicidade sempre prevalece com ajuda dos amigos.

Fecha!

Mas no meio da tarde, São Pedro resolveu “abençoar” o trio com uma chuva chata e forçou uma retirada prematura da via, deixando o projeto para um outro dia.

Na foto abaixo, DuNada baixando da via na chuva. Na foto não parece, mas já estávamos bem encharcados… Quero dizer, encharcado para quem não tinha anorak…

_DSC2709DuNada rapelando da via. A 2a corda, na cadeirinha, era só para alinhar e deixar pronta para o rapel final com corda dupla. . 

A conquista não foi produtiva, não conquistamos nem 60m de via, tomamos uma chuvarada, molhamos todo o equipamento, mas pelo menos a gente se divertiu! Como o título desse post diz: a gente se fode, mas se diverte (pelo menos)!

_DSC2718Vai entender o que estávamos tentando imitar…

Valeu Afeto e DuNada!

Semana que vem tem mais!

São Pedro, ajuda a firma!

 

Postagens relacionadas

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.