Jardim Labirinto Direct

Após três semanas de férias, ontem foi dia de voltar à rocha. Ou seria dia de voltar às roubadas?

Plano A

O plano original era ir para o Lage de Pedra repetir a via Jardim Labirinto com o Eric, mas na 6a feira ele teve um pressagio e mandou um zap-zap. “Na sexta a noite vou ter casamento e não sei se vou me garantir para o sábado.”

Plano B

Nesse interim, o Poul mandou uma mensagem comentando sobre uma parede laranja com potencial para vias esportivas na mesma Lage de Pedra e perguntando se animava de fechar uma barca. Enquanto trocava mensagem com ele, eu ficava tentando puxar da minha memória porque eu não voltei para essa parede laranja, já que uma vez fui até a base dela. Por fim, não consegui relembrar os motivos e acabei topando a barca, já que o Eric inventou um casamento na 6a a noite.

No sábado, enquanto me dirigia a Guara-Paris, continuava a tentar resgatar da memória qualquer informação relevante sobre a parede laranja, mas tudo em vão. Acho que estou ficando velho…

Peguei o Poul, todo animado, em Guara-Paris e fomos até a pedra. Assim que estacionamos o carro uma lembrança veio à mente. A caminhada! A tal parede laranja fica na parte da alta da pedra que já fica na parte alta do pasto, ou seja, tem que bater perna, e para cima. E para piorar, com a mochila cheia de material de conquista. Por isso que eu não quis voltar lá, pois a caminhada, embora tranquila, é um pouco sofrida.

_dsf6490
Parede laranja da trilha.

Mochila nas costas e 40 minutos de caminhada montanha a cima, imprimindo um bom ritmo, já que o Poul é bom de perna. Chegamos na base da pedra laranja encharcados de suor, pois, para variar, o sol estava castigaste. Quando olhei para pedra tudo veio à tona e me lembrei do resto! A parede laranja tem agarras, mas não o suficiente para abrir uma via. Além do mais, ela é laranja porque fica exposta ao sol o dia inteiro. Com o calor que estava fazendo o Poul não animou nem de chegar perto da pedra e assim ficamos… Pensando.

Plano C

Ainda eram 10h30 da manhã, cedo demais para desistir, então tive uma ideia brilhante. Sempre!

Em 2014, Roney, Afeto e eu abrirmos uma via na face leste desta mesma pedra a via Jardim Labirinto. E durante a conquista, na 7a enfiada, chegamos numa encruzilhada. Diante de uma paredão quase vertical e liso quis seguir a via por ela, mas o DuNada achou que aquilo seria furada e me convenceu a dar uma volta pela direita para fugir desse trecho. Mas aquela ideia nunca saiu da minha cabeça.

E como estávamos com todo o material de conquista, a meio caminho do cume, aquela seria a oportunidade perfeita para concretizar esse projeto. Discorri sobre o plano com o Poul e ele já antevendo a roubada não programada, sem muita escolha aceitou a ideia.

Tocamos para o cume caminhando com as nossas mochilas pesadas e viemos rapelando pela via. Na P7 fixamos uma corda até a P6 e fomos conferir o trecho desviado. Marquei os pontos e o Poul fez o trabalho pesado de furar a enfiada, enquanto me protegia numa sombra meia boca…

_dsf6495
Caminhada em direção ao cume. Ok, com alguns solos para ver se o coração estava bombeando bem o sangue.
_dsf6496
Poul esquipando a variante da 7a enfiada.
_dsf6500
A vista da praia compensa todo o esforço.

Depois de pronta, entrei na via para provar, pois aquilo estava na garganta há 2 anos. Infelizmente, entrei numa sinuca de bico e acabei caindo no final e perdi a cadena… Mas o projeto ficou lá!

Descemos da P6 até a base da pedra pela própria via apelando e de quebra ainda repeti a 2a enfiada que também estava na minha garganta, pois sempre quis prova-la e nunca consegui. Só abri a enfiada e depois nunca mais voltei para repetir ela…

No fim das contas, nem tudo deu conforme o esperado, mas no fim deu tudo certo. Agora é esperar o Eric não ir a outro casamento para tentar repetir a via na íntegra, já que não consegui convencer o Poul a repetir a via…

_dsf6507
Dia quente…
2016-09-17_jd_labirinto_foto

Postagens relacionadas

Comentários

2 respostas

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.