Nível 5…

_DSC2662-2

Linha da via “Guana nos olhos dos outros é refresco”.

Essa semana, o meu amigo DuNada me acusou dizendo que eu botava a galera na roubada só para ter assunto aqui no blog… Mas juro que não faço por gosto!

Inclusive depois da indiada da semana passada, o combinado foi: sem indianas para o final de semana!

Pensando nisso, eu e o Afeto (o DuNada e o Monstro não quiseram nem saber de nós) combinamos uma escalada tranquila em Calogi, nosso quintal de casa. Uma hora de Vitória, aproximação tranquila e uma conquista que estava praticamente no bolso: Guana nos olhos dos outros é refresco!

Sábado de manhã:

Acordo com a Paula me perguntando: Tu não vai escalar hoje?

Como assim? É claro que vou, pensei! Olhei para o lado e nada do meu celular… A bateria tinha acabado de madrugada e o despertador não tocou às 5h30!!!!

Olhei para o relógio: 7h30!!!! Fui para o Face e lá estava a mensagem do Afeto: Acorda Japonês!!!!

Putz… Rodei!

Tudo errado! Reunião de emergência e logo decidimos que, como “estava no papo”, daria para sair às 7h45 e ainda concluir a via!

A estratégia era escalar o mais rápido possível a primeira parte, 4 enfiadas, conquistar o crux na sombra (bate sol a partir das 13h) e o resto ir na raça sob o sol escaldante até o cume!

Repetimos a primeira parte voando! Até me senti o Peter Croft na 2a enfiada, escalando sólido e com tranquilidade! Bem diferente da semana passada quando quase morri escaldando essa enfiada.

O Afeto guiou a 3a enfiada já com as peças certas na cabeça e eu fiz a travessia da 4a enfiada voando, sem medo, mas cheguei na P4 mortinho. Para a minha sorte, a próxima enfiada era do Afeto que teve que pegar o trecho mais duro da via.

_DSC5913

Textura do granito com liquens! Momento, tédio na parada!

Às vezes, enquanto eu ficava na parada suspensa achando tudo muito desconfortável, olhava para cima, via o Afeto no perrengue com os cliffs no negativo e o desconforto sumia na hora.

_DSC5919

Parada 4 ou seria S4, de suspenso!

_DSC5924

Afeto na transição artificial-livre do grande teto!

A via toda é muito aérea, mas a 5a enfiada é a mais aérea de todas. O trecho em livre no negativo então… Como diria o Afeto: Nego vai chorar! Alias, descobri que quando o Afeto fica muito adrenado, ele canta!

“Cliff eu te amo;

Agarra, não quebra!”

E assim por adiante, uma música pior que a outra e totalmente sem rima!

_DSC5910

Cohab no teto! Ainda bem que o pessoal saiu!

Assim que chegamos na P5 estávamos bobinhos, bobinhos de morto! Já dava para ver até a olheira no Afeto, kkkkkk.

_DSC5930

Jumareando a 5a enfiada. Foto: Afeto.

Quando olhei para baixo, o pavor aumentou mais ainda ao ver que não teria como descer pela via. A via é negativa demais e seria muito complicado descer pela via. Para não dizer que estava me cagando de medo só em pensar de ter que rapelar naquele vazio.

Olhei para cima e vi que a pedra estava mais amigável com bastante agarras e fendas para ganhar tempo. Mas quando se está cansando, sem água, fritando ao sol, qualquer 5o grau parece um 7o grau. Parti pedra à cima e em uma hora e pouco bati no cume após esticar 40m de corda.

Alívio total em saber que não precisaríamos descer pela via! O Afeto subiu, comemoramos a conquista e começamos a pensar na volta! Afinal de conta, o cume é só a metade da conquista. Chegamos sem água no cume, e o pior, sem as botas!!!!! Imaginávamos que desceríamos pela via e para aliviar peso deixamos as botas na base. E para piorar, em 30min tudo ficaria escuro!

_DSC5933

Visual sublime que antecede a escuridão!

Descemos o mais rápido possível, de pés descalços, o pior trecho ainda com luz, mas assim que chegamos no colo escureceu tudo e tivemos que puxar a headlamp. Pior do que estar de pés descalços é ter que abrir a mata no escuro por uma trilha inexistente. Caminhamos ou cambaleamos por mais de uma hora perdidos na “trilha”. Estávamos tão exaustos que tivemos que fazer duas paradas para descansar e “dormir” um pouco para recompor os pensamento. E após 1h30, finalmente achamos a base da via e conseguimos sair do mato após 2h de caminhada!

Alívio total! Pegamos o carro e fomos até o primeiro bar matar um Guaraná Corona! Tava bom demais esse guaraná ruim!

Abaixo segue o croqui simplificado da via. Durante a semana prometo que irei disponibilizar o croqui completo com maiores detalhes sobre a via.

Guana_final

Agradecimento especial ao Global Afeto pela grande escalada!!!! Valeu demais!!! Bora repetir?!

Postagens relacionadas

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.