RRG – Lição de vida

Se eu tivesse que escolher uma foto que definisse a paisagem da região, essa seria a foto. Gorge com falésia de arenito e floresta.

Hoje fechamos o 4o ciclo da trip. Cada ciclo é composto de dois dias de escalada mais um dia de “descanso”. Digo “descanso” porque às vezes, um dia de descanso parece mais como um dia de canso… Fazer compras, viajar 200km num dia, passear… Tudo isso cansa. Quem já fez uma roadtrip sabe quão pesado é esse tipo de rotina e que a cada ciclo a gente vai ficando cada vez mais cansando e que os descansos começam a não surtir o efeito desejado.

Hoje fui escalar com o Bryan num setor chamado Bob Marley. Um setor bem negativo e com vias relativamente curtas e explosivas para os padrões daqui (vide última foto). Confesso que foi difícil acompanhar o gringo. E quando se escala em dupla, quando um desce, o outro sobe e assim vai…

Depois de passar o dia todo ralando no Bob, Bryan disse: Naoki, com aquele sotaque de gringo, vamos para o setor Drive-by car?! Pensei, me lasquei. Cinco horas da tarde e esse louco ainda quer ir para o outro setor?! Ok, vamos! À muerte!

Cheguei no outro setor após uma caminhada (ou rastejada) curta e eis que encontro uma senhora de idade (uns 60 anos?) malhando um 8a (BRA) no final do dia com o seu marido. Detalhe, o marido usava uma prótese numa das pernas. Essa senhora desceu exatamente onde eu estava descansando e veio falar comigo. Ao ver toda aquela energia contagiante da senhora, me senti extremamente envergonhando de estar reclamando das dores, do cansaço e da pele gasta. Pensei: putz, olha para esse casal, velhinho e cheio de vida, feliz da vida por estar escalando mesmo cansado. E eu aqui, um garoto novo mimando reclamando só porque está doendo a pele… Na mesma hora, parai de reclamar a mim mesmo, tratei de catar umas costuras e escalar um pouco para não passar mais vergonha.

O nosso guia (agora deposto) Kava com a sua bengala em Muir Valley.

Escalador desconhecido escalando um 8b (BRA), The Solarium crag.

Kava (vestindo uma camiseta vermelha emprestada) no movimento crux da via Mirage (8c) BRA.

Sessão fotográfica matinal pelo Cliffview Resort com a nossa cabana ao fundo.

Paisagem matinal em RRG.

Nada Tunnel, uma das atrações da região. Nada demais…

Escaladora desconhecida num dos melhores 8a’s do setor Bob Marley. À esquerda, um escalador desconhecido trabalhando a via “50 Words for Pump” (5.14c), a Ultimate Route masculina do Petzl Roc Trip 2007. Fotografado com uma Nikon P7100.

TAGS:

Este post tem um comentário

  1. Falar o que né Japonês, só adimirar as fotos e ficar aqui na vibe pela trip, Venga venga!!!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Fechar Menu