Return to send Cavalinhos

Equipar no granito/gnaisse é um negócio muito ingrato. Você acha aquela linha perfeita, linda e maravilhosa de 25m. Só que ai você descobre que no meio da via as agarras desaparecem (somem, evaporam, morrem, fogem) por uns 2m e não tem como linkar a parte de baixo com a de cima. Ai meu filho, não adianta chorar, tem que desarmar o circo e partir para outra linha.

Por isso eu penso que equipar um projeto no granito é fácil, qualquer um consegue fazer. Agora, equipar uma VIA no granito, ai é mais complicado. Ainda mais vias esportivas, onde buscamos a dificuldade. Estamos sempre naquele tênue limite do possível e do impossível e, às vezes essa linha é definida por uma agarra. Se tivesse uma agarra aqui seria possível esse lance. Se essa agarra quebrar, já era para a via…

Há um ano atrás, eu e o Afeto equipamos 2 vias em Cavalinhos (80km ao norte de Vitória). Na ocasião só entramos nas vias para tirar as passadas e lembro ainda hoje que saímos de lá um pouco frustrados porque não tínhamos conseguido isolar o crux de ambas vias. Ficava pensando: será que equipei uma linha impossível?  Será que joguei tempo e dinheiro fora com essas vias?

E finalmente nesse final de semana resolvemos, eu e o Afeto voltarmos novamente para a pedra e tirarmos a dúvida.

A primeira via, Argento tem um crux bem definido no meio da parede. Há um ano atrás não tínhamos isolado essa passada, mas dessa vez, pelo menos o Afeto conseguiu isolar e mandar a via. Ufá, que alívio! Sugerimos um 8c/9a para a via. O grau irá flutuar conforme a estatura da pessoa. Para baixinhos, um 9a (isso se não for muito baixo). Para quem tiver 1,80m, um 8c! Granito tem disso…

A outra via já não é tão seletiva assim em termos de estatura.No dia da conquista, após batermos as chapas entrei na via. Achei muito difícil uma passada. Não consegui nem isolar e também nem imaginava em como passar o lance. Um ano depois, descobri um  balaozinho e tudo resolvido! Ufa, a via está linkada!

Essa via, Pegasus, é uma via mais de manha em diedro e o crux uma sequência de regletinhos no final com os braços tijolados. O grau sugerido é um 8b/8c. Eu daria um 8c pela leitura, mas se a linha estiver marcada de magnésio, talvez um 8b.

Mas é isso ae, independente do grau, tão ai, mais duas vias duras para a escalada capixaba!!!

01 – Pegasus (8c/b)

02- Argento (8c/9a)

No blog do Afeto tem o relato dele sobre a escalada!

Este post tem 2 comentários

  1. E akela chaminé no meio Naoki ??? rolou móvel lá ou nem …
    Abraxx.
    Emerson

  2. Cara, nos vimos sim!
    Nao olhamos de perto, mas ha possibilidade, mas como n tenho pecas, nem fui mto atras.

    Abracao

Deixe uma resposta

Fechar Menu