Carnaval longe da folia, da muvuca e da chuva

Carnaval é aquilo, né? Um verdadeiro caos! Parece que todo mundo sai de casa e vai para algum lugar fazer alguma coisa. Mas eu já descobri há alguns anos que o lugar mais calmo e tranquilo, durante esse periodo, é lá na casa da minha mãe em Ivoti. Ou melhor, no Rio Grande do Sul em geral, pois tirando as praias e a cidade de Gramado, o resto fica na mais santa calma. Aliás, em Ivoti nem teve feriadão coisa alguma. Tudo funcionou normalmente. Carnaval só na tela da Globo…

Em termos de escalada foram 5 dias de puro revival. Salto, Gruta, Behne tudo na CIA de amigos de longa data. Nada de kdnas novas, só revivendo as vias clássicas e jogando muito papo fora, no melhor estilo free-climb.

Aproveitei também para desenferrujar um pouco os clicks e tentei fotografar bastante, mas continuo sem inspiração. Está faltando o momento eureka para dar um salto quântico… Vide post anterior!

Bom, chega de papo e vamos às fotos comentadas:

Gruta da Nossa Senhora de Lourdes, Caxias do Sul. ISO 200, 50mm, f/1.8, 1/160.

Andres no abaulado-chave da via “O herege” (9a). Gruta, Caxias do Sul. Eta lugar difícil de fotografar!!! ISO 200, 20mm, f/3.2, 1/160.

E ai Chico-san, vamos escalar?!! Ou só vai ficar no joginho? ISO 200, 50mm, f/2.8, 1/60.

Armado até os dentes! ISO200, 50mm, f/2.8, 1/320.

Mateus Corrêa na “Sombra e a escuridão” (9c). Isso sim que é teto. Chega dar teto (que trocadilho sem graça…). ISO200, 50mm, f/2.8, 1/125.

Andres na Braboleta, o 9a mais constante da Gruta! ISO400, 20mm, f/2.8, 1/200.

Chapeleta solitária. Campo-escola Behne. Quanto musgo!!!! ISO640, 50mm, f/2.8, 1/160.

Momento aracnídeo. ISO200, 50mm, f/4, 1/200.

O céu estrelado em Ivoti. ISO 50, 20mm, f/11, 1800 seg (30min). Essa brincadeira acabou com a minha bateria…

Duca trabalhando a variante da “A lenda do negocin” (8c).  ISO 200, 20mm, f/4, 1/80. Tem um flash posicionado no canto inferior esquerdo com omini bounce.

Andres trabalhando a via Jovencitas Liberales (9a). Via 5 estrelas!!!! ISO400, 20mm, f/5.6, 1/80. Tem um flash de preenchimento no canto inferior esquerdo a 1/8 com omni bounce. Esse lugar é fantástico para fotografar, mas é difícil… Iluminação complicada, composição difícil… Essa daí se salvou… E olhe lá…

Se o final de semana for de chuva por aqui, prometo que irei dar um upgrade nos croquis da Gruta e do Salto, mas se chover… Senão, let’s go climbing a rock!!!!

Este post tem 7 comentários

  1. ahhh…que massa, entao a turma ta se matando na Lenda(variante)….e tu, esperimentou?

  2. Puts,mandou muito bem nas fotos!Parabéns
    Tem alguma outra dessa cachu?

    abraços!

  3. Putz fih, que foto irada da cachu.
    Pra ficar melhor, só se fosse com uma gata escalando com longas madeixas caindo como a queda d’água. Pura sensação., rs.
    Parabéns.

  4. Quanto ao momento aracnídeo…. (Pois as outras são para “sem comentários”, muito boas, parabéns!

    a Nephila clavipes, e as medidas experimentais mostraram que um conjunto de fios com seção de 1 milímetro quadrado suportaria uma força de tração de 175 quilos. Isso é próximo da resistência mecânica dos melhores aços, mas, se considerarmos que a densidade da seda é de 1,3 g/cm3 (grama por centímetro cúbico) enquanto a do aço é de 7,8 g/cm3, fica claro que estamos diante de um produto muito mais resistente por unidade de peso. Em outras palavras, em igualdade de massa esse material é quatro vezes mais resistente que o aço. Ainda: antes de se romper, o fio se estica por cerca de 20% de seu comprimento original, o que mostra boa elasticidade.

    Outra vantagem é a sua extrema tenacidade, que significa “resistência à propagação de trincas”. Altos valores dessa propriedade implicam segurança de projeto em menor probabilidade de fratura.

    Com essa combinação de propriedades, a seda produzida pelas aranhas é considerada um dos supermateriais do século XXI e suas aplicações potenciais incluem produtos de microcirurgia, coletes à prova de balas e linhas de pesca, que requerem alta resistência e alta elasticidade.

  5. hahahaa, tu bem viu que eu até tentei escalar, embora tivesse mais resultado se continuasse no joguinho, hahahaha
    pelo menos consegui bater a meta do dia, que era nao cair no aquecimento. o resto, em compensaçao, foi um desastre. aliás, valeu por desequipar aquela via na qual eu nem cheguei na corrente, ahahahahahaha
    abraço! muito legais as fotos. sempre me surpreendo como quando tu visitas os lugares eles ficam bem mais bonitos do que quando eu vou. hahahahaha
    falou!

  6. Qual? A Pialo? Aquele 6b de agarrão? Ha ha ha ha ha!!!! Abração Chico!!!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Fechar Menu