Itaguaçu

Pedra da Lajinha

Alt. 330m

Tradicional

Atualizado em: 25/02/2019

Distância

160km

Caminhada

10min.

Face

Sudoeste

Livro de cume

Como chegar

Saindo de Vitória, há duas opções: por Colatina ou Itaguaçu. Por Colatina é 10 km mais longe, além disso tem pelo menos 17km de estrada de chão. A vantagem é que a estrada de Vitória até Colatina é bem menos sinuosa. Por Itaguaçu, tem a desvantagem de ter que atravessar duas serras com muitas curvas, mas em compensação não tem estrada de chão e é 10km mais perto.

Por Itaguaçu, faça a rota Vitória – Fundão – Santa Teresa – Itarana – Itaguaçu. De Itaguaçu siga em direção ao norte do estado em direção à Colatina passando por uma localidade chamada Itaimbé. Um quilômetro após a localidade, no trevo, vire a esquerda em direção a Baixo Guandu por mais 7km até a primeira saída à direita. Essa saída é um pouco difícil de ver se não prestar atenção. Na estrada de chão, siga mais 1,3km e vire à esquerda na primeira saída. Atravesse por 2 propriedades, passando por algumas porteiras e estacione o carro em frente à propriedade do Sr. Zé. A pedra fica à direita. De Vitória até a propriedade são 160km.

Mapa

Filter by

3/5

Castannha Aberta

3o, VI, D1, E3, 225m

Data da conquista

11/03/2017

Conquistarores

Cosme Manenti e Naoki Arima

Equipos

Uma corda de 60m; 2x Camalot ou equivalente (.4 - 4). Camalot 5 opcional; Fitas.

Início da via.

Estacionamento

1a enfiada – Escaladaminhada pelo costão para chegar na base da grande oposição.

2a enfiada – Escalada pela oposição protegendo na fenda. A escalada transcorre basicamente por fora da fenda, usando a fenda apenas para proteção. Parada móvel.

3a enfiada – A escalada segue como na enfiada anterior mais com a parede um pouco mais inclinada. Parada móvel na base da única fissura em oposição que corta o negativo. Caso o atrito seja muito grande, há a possibilidade de fazer a enfiada em 2 partes com uma parada móvel.

4a enfiada – Enfiada curta para virar a oposição e ganhar o costão final. Muita atenção a colocação das peças. Usar fitas longas para proteger a corda. A parada fica uns 3m acima da virada, mas o ideal é puxar uma extensão para borda e ajudar a gerenciar a corda para o segundo.

5a enfiada – A escalada segue pela fissura de mão protegendo em móvel e no final segue pelo costão até o coqueiro.

Descida – Descida pela face oeste caminhando pelo costão (30 min.). Não é possível descer pela via sem abandonar peças atrás.