Etiqueta de montanha

Perma-draw!

Todos nós estamos careca de saber que quando vamos à montanha devemos trazer o lixo de volta, não cortar árvores, riscar a pedra, deixar lixo e blá blá e blá… Mas há algumas regras de etiqueta que são mais “avançadas” e  que, às vezes, algumas pessoas não se dão conta:

Chegando na pedra

  • Se a porteira estiver aberta, assim deverá permanece-la! O mesmo acontece se estiver fechada;
  • Estrada de chão não é auto-estrada! Tire o pé do acelerador e curta a paisagem! Já teve caso em que uma área de escalada foi fechada porque o sujeito estava com pressa e acabou batendo o carro contra o carro do proprietário das terras;
  • Estacione o veículo de forma que não atrapalhe a circulação de outros veículos. Em uma área do RS, uma área foi temporariamente fechada após o sujeito estacionar o veículo em um lugar irregular e comprometer a circulação dos tratores que faziam a colheita da uva.

Na base da via

  • Escalada exige silêncio e concentração! Lugar para papo furado em alto tom é no bar. Respeite a escalada do próximo, fale baixo!
  • O segue está ali para dar segurança, não para ficar conversando na base com os outros. Se quiser conversar, não dê segurança! Além de ser perigoso é falta de respeito com o escalador que está passando veneno lá em cima;
  • Liberar energia sim! Comemorar a cadena sempre! Mas não grite à toa! Além de afugentar os animais, atrapalha os outros escaladores. Quem gosta de fazer uhuuuu é rapeleiro!
  • Em áreas com muitos escaladores, não ocupe a via para si. Principalmente se tiver muita gente na fila. Deixe para trabalhar a via num dia mais calmo;
  • Quando a natureza chamar, não há o que fazer! Para minimizar os efeitos, sempre enterre as fezes! E nunca evacue em locais onde a água da chuva não consiga absorve-las (caverna, gruta…);
  • Igualmente, não urine na pedra ou em locais onde não molhe com a chuva.

Durante a escalada

  • É de bom grado, após escalar a via, dar uma escovada nas principais agarras para deixa-las limpinhas para o próximo;
  • Deixar as costuras na via é cômodo, mas lembre-se de que outras pessoas poderão usa-las. Então, não deixe as suas piores e velhas costuras para os outros. É falta de respeito expor as outras pessoas ao risco;
  • Se a via possuir mosquetões no final da via, só a use para desmontar a via. Se for entrar novamente, use a sua própria costura, além de ser mais seguro estará poupando os mosquetões da via;
  • Não faça tip marks (marcar agarras com magnésio)! Você estará tirando a oportunidade do próximo de escalar verdadeiramente à vista. Qual a graça de entrar à vista numa via toda marcada? Em vez de marcar, memorize! Não é tão difícil assim!
  • Magnésio serve para secar as mãos, ele não garante aderência! Quando estiver naquele descanso arregado, não fique passando magui à toa. Só estará ajudando a empapar mais a agarra. Seque-se na calça e use o magui só na saída do descanso! Se prestar atenção notará que, muitas vezes,  a gente passa magui sem necessidade alguma.

São dicas simples que ajudam a manter a área de escalada melhor! Pratique-as!

Smart! Foto: Sílvio Coisinha.

Postagens relacionadas

Comentários

3 respostas em “Etiqueta de montanha”

Muito bom Naoki, pequenas atitudes que fazem toda a diferença para a evolução sustentável do esporte.. abração.

Queria fazer um aparte:
quando dizes não evacue, ou seja, cague, em locais onde a água coloca entre parênteses também a palavra “trilha”…
Cara, falando em coprofilia, to me mijando de rir só de lembrar…
Hahaha.
Bela matéria, Naoki, vou inclusive repassar pra galera que compõe a comunidade escaladora decente aqui do Morro do Urubu.
Abração.

Bah, mas que preconceito contra os rapeleiro… nananana

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: