Hawaiian dream

_DSC4747-Editar

Foto panorâmica de Hanauma Bay ao amanhecer, Oahu.

Lá na casa da minha mãe, em Ivoti, até a pouco tempo, tinha um pé de Hibiscus (a flor símbolo do Hawaii) em frente a janela do meu quarto. A minha mãe plantou porque o sonho dela era morar num lugar (quente) que pudesse plantar Hibiscus. Infelizmente ela acabou plantando numa parte mais fria da casa, com bastante sombra, e o Hibiscus não dava muita flor. Às vezes, aparecia lá uma flor perdida para a alegria da minha mãe e ela sempre comentava sobre o Hawaii. Falava que era a flor símbolo do Hawaii e que lá tinha muitos Hibiscus.

E assim cresci, em meio a história de Hibiscus, Hawaii e outras tantas pecurialidades sobre esse lugar que a minha mãe tinha tanta paixão.

Em meados de novembro, juntando férias, lua-de-mel e vontade de conhecer surgiu a oportunidade de conhecer o tal Hawaii.

Para quem não se lembra ou dormiu na aula de geografia, o Hawaii é um estado do Estados Unidos e fica praticamente no meio do Oceano Pacífico. É formado por 8 ilhas, sendo que destas, três são as mais visitadas: Oahu, Maui e Big Island.

Oahu é a principal ilha do Hawaii. E é também onde fica a capital Honolulu. Logo, é a porta de entrada para a maioria dos turistas, inclusive a nossa.

Em Oahu há pelo menos três atrações obrigatórias: Memorial Pearl Harbor, praia de Waikiki e Kalui.

O memorial de Pearl Harbor não é bem uma atração, mas ainda assim é considerado o local mais visitado de todo o Hawaii. Em tempo, o Hawaii recebe anualmente mais turistas que todo o Brasil!

O lugar é bem triste e pesado. Afinal de contas, ali ainda estão os 1177 marinheiros que sucumbiram juntos com o USS Arizona durante o ataque japonês em 1941.

Embora triste, é um lugar importante a ser visitado. Principalmente para nós, geração pós-guerra,  lembrar que o fanatismo não leva a nada.

_DSC3766

Memorial Arizona em Pearl Harbor, Oahu.

_DSC3773

Memorial do USS Arizona, Oahu.

Por outro lado, a praia de Waikiki é diversão pura. Com certeza, Waikiki é a praia mais badalada de todo o Hawaii. Mas o que mais impressiona em Waikiki mesmo é a quantidade de orientais. Na verdade, parece que a grande maioria são de japoneses, mas tem muito chinês, coreano e filipino no pedaço.

Quando cheguei em Waikiki, confesso que fiquei até chocado com o que vi. Fui para um lugar esperando uma coisa e quando cheguei vi outra coisa totalmente fora de contexto. Sabia que a região era muito visitada por japoneses, mas não sabia que havia tantos. A sensação era muito estranha, porque sabia que não estava no Japão, mas também não parecia que estava no Estados Unidos. Era como se estivesse num estado cosmopolita sem identidade. Alias, definir a identidade do Hawaii é bem complicada. A história dessa pequena ilha descoberta pelos Polinésios, depois redescoberta pelos ingleses (Capitão Cook), colonizada por japoneses, filipinos, coreanos e portugueses, para enfim ser anexada aos Estados Unidos, mostra um pouco a complexidade envolvida por trás da história. Complexidade esta que ainda reflete nas ruas, nos costumes e na culinária.

Voltando a Waikiki tomado pelos japas, a orla da praia é um misto de shopping a céu aberto com lojas de grifes de um lado com praias paradisíacas no outro lado. E tudo isso com muitos turistas (japas). Alias, estranhamente não me senti tão deslocado nesse lugar…

Falando em japas, descobri que além dos japas turistas, a maioria dos moradores da ilha são orientais, quase 40%. E isso acaba refletindo na culinária e no comércio. É super comum ver as placas escritas em inglês e logo abaixo em japonês. Ou atendentes que falam inglês e japonês fluentemente.

Alias, achei lá no cafundó dos Judas uma pequena loja de escalada onde fui atendido em japonês pela vendedora!!! Ela ficou impressionada ao saber que éramos do Brasil e sabia que os equipos no Brasil eram muito caros… Malditos impostos…

Perguntei a ela sobre as escaladas no Hawaii (tudo em japonês, é claro) e ela falou que só há uma área de escalada na ilha, mas que atualmente estava fechada em virtude de um acidente. Quando ouvi a história, dei graças à Deus por morar no ES, onde pedra é o que mais tem em abundância. Por outro lado, fiquei pensando, se a única área de escalada estava fechada, o que esse povo todo vem fazer na loja? A loja era bem completa com bastante equipamentos e estava bem cheia de clientes. Será o tal consumismo?

_DSC4859

Sunset em Waikiki Beach, Oahu.

Se Waikiki não faz o seu tipo de praia, don´t worry! O Hawaii tem para todos! E o oposto de Waikiki se chama literalmente Kailua, uma pequena praia que fica no outro lado da ilha com água calma e praticamente sem turistas, leia-se japas com boia de borracha tirando fotos.

Uma outra atração em Kailua são os passeios de caiaque oceânico. Lá rola alugar um caiaque e dar uma “remadinha” de 4,5km até uma outra ilha mais isolada ainda para curtir uma praia quase que exclusiva e nadar junto com as tartarugas verdes.

_DSC4906

Kailua Beach e as ilhas.

Deixando Oahu para trás, a segunda ilha atração é Maui, uma ilha mais calma com menos japas e mais frequentanda por turistas alternativos (europeus). Em Maui há pelo menos três atrações imperdíveis: as praias de Lahana, o vulcão Haleakala e a estrada de Rana.

As praias na região de Lahana são um pedaço de paraíso perdido, cercado por resorts de luxo. É um lugar bonito, mas ao mesmo tempo um pouco artificial. Mas é sem dúvida um dos melhores lugares para mergulhar (sem cilindro). Ah, eu adoro peixinhos! O meu sonho é ter uma aquário oceânico em casa!

O legal de Mauii é que pela manhã você pode estar a -1m do nível do mar vendo peixinhos e à tarde estar a mais de 3000m de altitude “curtindo” um frio congelante. Essa “escalada” automobilística ao vulcão inativo Haleakala é a grande atração dessa ilha. O barato desse lugar é subir de madrugada para ver o sol nascer acima das nuvens. Esse passeio é tão famoso que as 4h da madrugada rola até um congestionamento de carros rumo ao cume para ver o nascer do sol.

_DSC4115

Haleakala National Park, Maui.

A terceira grande atração de Maui não é bem uma atração, pelo menos não para nós brasileiros. Trata-se da estrada de Hana (Hana Road), uma estrada tortuosa, mas bota tortuosa nisso, que vai até a cidade de Hana passando por cachus, precipícios e sempre acompanhado de belas praias envolvidas numa floresta tropical exuberante.

Digo que não é lá grandes coisas porque nós moramos num pais onde temos tudo isso, graças à Deus, no nosso jardim de casa. Alias, a estrada lembra um pouco a Rio-Santos, mas com muito mais curvas, talvez o triplo!

_DSC4035

Estrada de Hana. Koki Beach Park, Maui.

_DSC4578

Exuberante floresta tropical Hawaiana, Big Island.

_DSC4012

Kipahuli Campground. Haleakala National Park, Maui.

Deixando o enjoo de lado, a terceira e última ilha que visitamos foi a Big Island, o paraiso dos geólogos! Falou em Big Island lembrou dos vulcões fumegantes! É em Big Island que fica o famoso vulcão Kilauea, um dos poucos vulcões ativos que pode ser visitado. Para nós que somos geólogos de formação, visitar um lugar como esse é a realização de um sonho. Nós que estudamos rochas que tem milhões de anos, poder tocar numa rocha que se formou há 10 anos é algo fascinante sob o ponto de vista geológico. Sem contar que não é todo dia que vemos a “rocha” em estado “líquido”.

_DSC4524

Vulcão Kilauea ao anoitecer.

_DSC4644

Vulcano National Park, Big Island.

_DSC4625

Vulcano National Park, Big Island.

Em pouquíssimas palavras, Hawaii é isso: um lugar onde a terra nasce, rodeado por belas praias e habitado por gente do mundo inteiro. Não é uma viagem curta, nem muito barata, mas que vale a pena ser visitada uma vez na vida para entender o quão magnífico é a Terra.

Se o meu texto tosco (porque estou com preguiça de escrever) não convenceu vocês, ainda tem umas fotos para tentar explicar melhor o que estou tentando dizer!

Enjoy!

_DSC4294

Honolua Bay, Maui.

_DSC3925

Lahaina, Maui.

_DSC4015

Nascer do sol em Seven Pools, Maui.

_DSC4309

Long Beach, Maui.

_DSC4613

Kalij Pheasant, Big Island

_DSC4258

Olowalu, Maui.

_DSC4497

Tartaruga.Punalu Beach Park.

_DSC4702

Vulcano National Park, Big Island.

_DSC4190

Caminhando no vulcão Haleakawa. Maui.

_DSC5000

Pôr do sol na praia da Ala Moana, Oahu.

_DSC4956

Kayaking em Kailua Beach, Oahu.

Postagens relacionadas

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.