Investida no Vale Perdido

No último domingo, Eric, Lissandro e eu voltamos ao Vale Perdido em Calogi para escalar e equipar mais algumas vias.

Nesta postagem falo um pouco sobre esse setor novo.

Entre as novas vias, o Eric e o Lissandro conquistaram uma fenda bem ao estilo Espírito Santo na parede de trás do bloco principal. Escalada fácil, proteções estranhas e muita sujeira. Uma escalada onde é difícil distingir dificuldade técnica de dificuldade para proteger. Por ora, o Eric sugeriu VI SUP/7a, mas ainda aguardando repetições para consolidar o grau. Já o nome ficou “Padrão Nutella”, fazendo alusão à nova luva de fenda da BD que o Eric estreou na via.

Eric na conquista da via “Padrão Nutella”.

Enquanto isso, terminei de equipar a via “Poder da Jabiraca” que fica ao lado da “Ladrão que rouba ladrão”. O termo jabiraca é uma referência ao “tuc-tuc” a gás que o Seu Jorge, proprietário das terras, usa para andar pela propriedade e não “roupa velha” ou de “mal caimento”.

Jabiraca do Seu Jorge.

Depois, ainda equipei o projeto “Choque Anafilático” no canto esquerdo do bloco principal. O nome é porque quando estava montando a ancoragem numa árvore no topo meti a cara numa colmeia de vespa de tomei duas picadas na cara. Se não bastasse, depois de equipar a via, quando fui arrumar a saída da via, mais uma vez, meti a mão numa outra colmeia e acabei tomando mais 4 ferroada. Não pude provar a via porque tive que reforçar uma agarra chave com Sika, mas olhando por cima eu chuto um 8b/8c. 9a se o lance o final for muito ruim, mas ainda não sei.

Ferroada, quase no olho!

Outro fato interessante é que essa foi a minha 200a conquista. Sim, eu anoto todas as minhas conquistas, além das escaladas. Esse número inclui tanto as esportivas, quanto as “tradis” e não conta os boulders. Acho que já gastei uma boa grana em chapeletas e chumbadores…

Segue o croqui atualizado:

Em termos de escalada, o Lissandro “flashou” a “Segredo de Estado” (7b) e eu mandei a “Sinfonia da Cigarra” (7c) – à vista. Ainda deu tempo para fazer o FA das vias “Ladrão que rouba ladrão” e “Poder da Jabiraca” (7c). Sobre as graduações é difícil falar porque são escaladas bem específicas, com muitas agarras escondidas. Peguei por base a Sinfonia da Cigarra (7c) para graduar as outras vias. Logo, se a Sinfonia for um 8a, as outras também sobem juntas. De qualquer forma, é preciso que mais gente entre nas vias para consolidar o grau. Sempre aparece alguém com um beta novo!

Provando a via “Ladrão que rouba ladrão” (7c/8a). Foto: Eric.

Lembrando que todas as vias estão sendo equipadas com chapeletas de inox Pingo da Bonier e paradas duplas de argola da Smile. O material de conquista é subsidiado pela Associação Capixaba de Escalada que auxilia e apoia os seus sócios na abertura de novas vias.

Comentários

5 respostas em “Investida no Vale Perdido”

Buenas equipe!
Cuidado com as abelhas japa san! Vai espantar os clientes da arimatur kkk

É para aumentar a imunidade…

Incrível!!!! Tá ficando muito legal e democrático!

Incrível!!! Gratidão pela investida! Tô achando ótimo ter volume de vias nessa graduação. Tá ficando muito legal e democrático o setor!

Certeza! Calogi proporcionando, sempre, escaladas incríveis!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: