Foto: Yasmin

Soído, dia de escalada

Ontem, mais uma vez, estivemos em Soído, mas dessa vez mais gente foi conhecer o pico, o que rendeu um pequeno crowd.

Como já sabia que teríamos mais gente levei apenas uma furadeira e tirei o dia para encadernar os projetos. Até porque eu gosto de abrir vias para escalar!

Neste dia, o Alekinho fez o FA da via “Ronin”, uma linha boulderística e completa que exige “mordidas” pequenas, “slab IFSC”, pontaria e um pouco de resistência. Logo em seguida, o Felipe Alves fez a 1a repetição em flash e eu mandei a via no terceiro giro. Chegamos num consenso de que a via poderia ser um 9a. Particularmente achei ela mais fácil que a “300”, que fica ao lado.

Felipe Alves na Ronin (9a).

Mais cedo, comecei o dia mandando a “300” que tinha ficado pendente da semana passada. Depois, o Felipe Alves entrou na via e mandou à vista sem grandes dificuldades, botando em cheque o 9a.

Acho que essa variação está no estilo pessoal de cada um. O Felipe falou que tem muita facilidade nos abaulados e tirou de letra. Eu já senti mais falta da continuidade porque a via não tem descanso. Já na Ronin, a via intercala boulder com bons descansos, um estilo que me encaixo melhor.

De fato precisaremos de mais repetições para consolidar as graduações.

Crux da “Ronin”. Foto: Yasmin

Mais para o final do dia abri uma variante da “Exército de um homem só” que evita a saída em móvel. Por outro lado, adiciona um V3/V4. Batizei a variante de “Exército de dois homens”. Não encadernei a variante, mas acho pode ser um 8b duro e a “Exército de um homem só” um 8a hard.

Com certeza novas repetições ajudarão a consolidar o grau, mas até agora posso dizer que todas as vias já são um clássico. A qualidade da rocha desse setor é algo impressionante e pouco encontrada por esses lados.

Além dessa cadena, ainda tivemos repetições na via “Princípio”, originalmente graduada em 7c, mas parece que o consenso seja um 7b.

Já ao anoitecer o Alequinho começou uma aposta numa linha chapiscada e pela motivação do menino parece que vai dar coisa boa.

Definitivamente Soídos está sendo uma escola para abrir vias novas. Tanto eu quanto Alequinho estamos aprendendo muito com esse lugar. Em breve voltaremos para mais escalada e conquista!

Comentários

Uma resposta em “Soído, dia de escalada”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: