Abertura e reabertura

_DSC2662

O final de semana no Espírito Santo foi marcado por abertura (de temporada) e reabertura (do Calogi).

Esse ano, a tradicional abertura de temporada que acontece todo ano em Castelo desde 2010 foi marcado por uma série de conflitos internos nos bastidores o que acabou prejudicando um pouco o evento e causando mal-estar.

Não vou colocar a minha opinião sobre tudo isso, mas acredito que tudo foi desnecessário e que faltou um pouco de conversa entre todos. Vivemos num muito digital, onde as redes sociais têm forte impacto nas nossas vidas. E ainda estamos aprendendo a lidar com isso. Estamos aprendendo que o mundo digital tem forte impacto no mundo real e que o digital e o real estão tão próximos.

Por outro lado, no mundo real, na conversa olho no olho, o Rebit conseguiu coordenar a re-re-abertura do Calogi. Só para lembrar, no final do ano passado, o Calogi, o principal point de escalada esportiva do estado, foi fechado por um dos proprietários porque ele estava se sentindo “invadido” com a nossa presença (gritos).

No primeiro “fechamento”, junto com o DuNada conseguimos articular a reabertura. No final do ano, quando o proprietário fechou novamente, tentei articular a reabertura novamente, mas sem sucesso.

Confesso que tudo isso me deixou muito triste e desgastado. Primeiro, porque com o tempo, descobri que o estopim do fechamento não foi por causa do mal comportamento dos escaladores, mas de alguma pessoa que foi lá fazer bagunça. Depois, vi que o tal proprietário era de Lua, de lida difícil e toda vez que ia falar com ele tinha que ficar ouvido uns papos que me cansavam…

Mas para a nossa sorte temos o Rebit 220v que tem paciência e um “sorrisão” para contornar tudo isso. Quem acompanhou a saga dele sabe da volta (conversa) que ele deu para chegar no cerne da questão. E graças a ele, a partir de hoje o Calogi está de volta à ativa!

Lembrando mais uma vez para que sejamos muito zelosos com os proprietários e os moradores da região. Nós, escaladores, temos uma boa reputação lá dentro, então que assim seja mantida.

Vamos dirigir devagar e com cuidados na estrada de chão; vamos manter as porteiras fechadas; ser cordial com os moradores; não gritar na via; não consumir nada ilícito lá dentro e nem acampar na base das vias.

Valeu Rebit!

Postagens relacionadas

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.