Castelo

Agulha Juliana

Alt. 550m

Foto: Agulha Juliana

Tradicional

Atualizado em: 25/02/2019

Distância

200km

Caminhada

20min.

Face

Sudeste

Livro de cume

Como chegar

O Vale da Lembrança fica num dos braços do vale da Estrela do Norte, distrito de Castelo (160km de Vitória).

Saindo de Vitória, a melhor opção é pegar a BR-262 em direção a Venda Nova do Imigrante e depois para Castelo. Em Castelo, pegar a rodovia do contorno em direção a Cachoeiro do Itapemirim e em seguida pegar à direita em direção a Estrela do Norte. Tem uma placa indicando essa saída. O braço fica depois da sede de Estrela do Norte. Passe a sede e siga pela estrada de chão e no próximo vale suba à esquerda. A pedra fica ao lado da estrada no meio da subida em direção a Lembrança. O proprietário das terras, Sr Pedro, é o dono de uma pequena venda que fica logo depois da pedra (1km). Se a venda estiver fechada, bata na casa que fica no outro lado da rua, onde ele mora.

Mapa

Filtrar por

1/5

Normal

4o, V, A1, D1, E2, 100m

Data da conquista

22/03/2000

Conquistarores

Borges, Buarque, Cássio, Edilso, Hugo, Leo, Juliano, Marcos, Sonia, Valdecir, Willy, Santa Cruz (Todos da UNICERJ)

Equipos

Duas de 60m; Estribos e auto regulável para o artificial; Um jogo de friends. Do micro até o Camalot #4 ou equivalente. 10 costuras;

1a enfiada – Começa em livre (6o SUP/7a) ou artificial em clif (A1) pela face até chegar numa fenda frontal em diagonal (V). Logo em seguida a fenda morre e sai em artificial em piton (A1) para  voltar a escalar em livre (V) até a P1. 30m.

2a enfiada – Começa em livre pela face e logo em seguida entra numa fenda larga até o começo do grande diedro negativo. O começo do diedro é em artificial (A0) e logo em seguida entra em livre pelo diedro protegendo nos grampos. Há uma parada dupla no meio desse lance, mas é possível de passar batido e buscar a parada de cima que é tripla. 30m.

3a enfiada – Continua pelo mesmo diedro em oposição para depois entrar na fenda de meio corpo (V). Faz uma viradinha, ignora mais uma vez uma parada dupla, e vai em direção a outra parada num platô mais confortável. Essa enfiada é toda protegida em grampo. 30m.

4a enfiada – Trepa mato com uma parada intermediária e logo em seguida uma outra parada dupla um pouco antes do cume. No cume do totem não tem grampo nem árvore para segurança/ rapel, então é preciso dar segue de corpo e depois desescalar até a parada mais abaixo.

Rapel

P4 até a P3 – 30m

P3 até a P2 – 25m

P2 até o chão – 60m ou P2 até a P1 – 30m, mais P1 até o chão – 30m.

Sol

A pedra está voltada para a face sul. A pedra fica na sombra a partir do meio da manhã até o final do dia.

Atenção quanto aos grampos, pois a maioria estão com palheta de alumínio. Sempre duplicar o sistema!

Para baixar o croqui em PDF, clique aqui!

Outras áreas de escalada na região

Leia mais no blog