Muro de Escalada da ACE – 5 anos!

No dia 3 de julho, o Muro de Escalada da ACE completou 5 anos de existência. Com certeza, uma data importante para a escalada capixaba que não poderia passar em branco por aqui.

Participei desde o início na concretização deste sonho e ainda hoje tenho participado intensamente para manter esse espaço que, além de servir para treinamento, é um importante ponto de encontro da galera, assim como uma porta de entrada para os novos. Foi aqui que pessoas como o Pedro Pires, o Dodo, a Riva e muitas outras pessoas conheceram o esporte e pegaram o gosto pela coisa.

Catei no blog e separei algumas fotos que mostram um pouco a evolução deste espaço desde os primórdios até os dias de hoje.

Espaço antes da montagem do muro.
Projeto do muro. Por incrível que pareça, o muro ficou igual ao projeto original. Ele foi concebido para ser montando sem precisar fazer um único furo na parede, pois é totalmente auto-sustentável.
Fase final da construção do muro. Muita gente colocou a mão na massa.
Fixando as chapas.
Fase final, colocando as agarras.

Com exceção da estrutura metálica, o resto do muro foi totalmente construído com o trabalho voluntário da galera. Quem não sabia martelar aprendeu a martelar, quem não sabia serrar aprendeu a serrar e assim nasceu o muro. Não é uma obra de engenharia, mas com certeza foi construído com muito amor e carinho.

Inauguração. Foto: Danilo Monstro.
Um dia qualquer de treino.
Um treinando para 6 olhando…
Dia de karate-kid! Escovar agarras também faz parte do treino! Certo Dainel-san?
Instalando o sistema de amortecimento no muro.
Dia de treino.
Workshop de escalada. Foto: Diogo Rebit.
Karate-kid 2.
Dia de fazer arte.
Dando uma tunada no muro.
Gio no boulder das agarras verdes. Festival de Boulder Serra Master.
Organização é tudo!
As meninas que deram um show de escalada! Serra Master 2
Galera da força! Serra Master 2.

Postagens relacionadas

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.