Trocando o despolido de focagem

Ok, antes de mais nada, preciso avisar que esse post é sobre fotografia. É algo super específico. Se você caiu aqui pensando que se trata de escalada, só lamento… Por isso, se o seu interesse não for fotografia, pule este post porque do contrário vai ser chato pra caramba…

Ontem chegou o meu despolido Xing Ling que comprei laaaaaaa na China… Melhor, em Taiwan. Comprei nesse site: www.focusscreem.com e eles mandam para o Brasil sem problemas! O problema é a receita que barra e tributa tudo que vem da China, pqp….

Para quem não sabe, despolido de focagem ou focusing screen, em inglês, é um pequeno “vidrinho” que fica embaixo do pentaprisma (foto abaixo, não figura!). Se você pegar a câmera (DSLR, SLR), tirar a objetiva e vira-la de cabeça para baixo vai ver o dito cujo.

Partes de uma câmera. Fonte: http://www.fotografia-dg.com

Antigamente, na época das câmeras de filme, antes da invenção do autofoco (AF), o foco era feito manualmente. Lembra? Ou você é muito novinho? O foco era feito através de desse vidrinho que continha um microprismas e/ou elementos bipartidos de contraste dióptrica. Bastava girar o anel de foco e alinhar o bipartido e focar o microprisma e tudo entrava em foco!!!

Despolido de focagem com elemento bipartido horizontal (centro) e microprisma (anel externo). Foto: http://www.pentaxforums.com

Com o advento do autofoco (AF), tudo isso virou coisa do passado e os fabricantes de câmera tiraram o microprismas e/ou elementos bipartidos em detrimento ao ganho de luz (esses despolidos comem um pouco de luz) já que o autofoco faz tudo automaticamente. Mas tudo que é automático tem suas vantagens e desvantagens. Numa escala maior, basta ver os diversos acidentes aéreos associados a excesso de automação de voo. É tão automático que quando o piloto precisa intervir não sabe como proceder. Guardando as devidas proporções, o mesmo acontece com o AF. O autofoco eletrônico funciona por leitura de fase e contraste. Tanto é que se você pegar a câmera e mirar para uma parede branca, ela vai ficar louquinha tentando catar o foco.

Mas qual a vantagem de trocar o despolido de uma câmera que tem autofoco? Afinal de conta não vou fotografar uma parede branca! Na verdade, eu acho que para 90% dos casos isso é puro preciosismo ou saudosismo.

Por outro lado, quando se troca o despolido, a sua câmera ainda mantém o autofoco eletrônico e ganha a possibilidade de ter uma ferramenta de auxílio no foco manual. Se você sempre fotografa em AF, acho que não vale a pena investir U$ 70,00 num vidrinho. Agora, se você for um saudosista que gosta de fotografar em manual, inclusive fazer o foco, e acha horrível focar no manual nessas câmeras novas, eu acho que é um excelente investimento. Se você trabalha com macrofotografia, ou precisa de foco acurado, ou ainda,  acha que o autofoco nunca faz o que você quer porque você é um velho, também é de se pensar nessa possibilidade, pois o ganho real é visível.

Para fazer essa foto precisei “queimar” umas 10 “poses” para conseguir o foco perfeito no olho da lagartixa. O AF não conseguia entender que queria focar no olho e sempre focava na pedra (um plano antes). No foco manual, a visão chapada não permitiu que eu conseguisse achar o ponto correto. Se tivesse o despolido de focalização, com certeza teria tirado de letra essa foto, ou não… A minha sorte foi que a lagartixa estava totalmente alheio a minha presença e se deixou fotografar por bastante tempo…

Quanto a praticidade, notei que precisa ter um pouco de prática, como tudo na vida. Se você usava câmera reflex de filme, talvez não sinta tanta diferença, mas para mim ainda está sendo um aprendizado. Com certeza demandará mais tempo para “achar” o foco. Também suspeito que nunca conseguirei focar mais rápido que o AF da câmera, mas por outro lado ganhei um controle absurdo no foco, principalmente em situações onde a profundidade de campo é muito rasa.

E qual a desvantagem nisso? Bem, pelo que andei lendo, há algumas considerações a serem levadas em conta antes de se investir U$ 70,00 por um vidro de 2x3cm.

  • A área do despolido come um pouco de luz! Se a sua objetiva é muito escura (> f/5.6) vai ver tudo muito escuro na área despolida. O ideal é trabalhar com objetivas claras (f/1.8 – f/4). Consequentemente, em virtude desse escurecimento, a medição pontual também ficará um pouco prejudicada, mas nada que não possa ser compensada no EV;
  • Devido a natureza de sua construção, não é possível de ver o microprisma e o bipartido no modo live view. Vide figura acima;
  • Dependendo do modelo da câmera, quando se troca o despolido, se perde a luz do ponto de focalização (aquela piscadinha confirmando o foco). Na minha Nikon D90, não mudou em nada. Tudo funciona normalmente no modo AF;
  • O tamanho e a forma do despolido não é universal. Cada câmera tem o seu tamanho. O meu despolido por exemplo não serve numa Canon ou num outro modelo da própria Nikon;
  • Nenhuma loja no Brasil revende essas pecinhas. Vem tudo do outro lado do mundo. E como disse no início, é Xing Ling total. Não são peças genuínas, mas são de excelente qualidade. A minha veio numa caixa toda arrumada que até poderia enganar um desavisado. Também andei vendo que no eBay tem à venda.

Testando o foco manual com o despolido. Tentei criar uma cena onde o AF pudesse ter alguma dificuldade. Usei uma 85mm f/1.8 a f/2.8 com luz ambiente. Confesso que não foi tão banal focar no “Fine Grappa”. Precisa estar com o olho muito bem treinando para acertar o foco na mão. Difícil, mas ter o domínio da máquina é muito bom!

Na net têm algumas coisas sobre o assunto. Para variar, em português a literatura é escassa. Têm algumas coisas nos fóruns de fotografia como nesse link.

No You Tube têm vários vídeos mostrando como se faz a substituição da peça. A substituição é super fácil e simples. Em menos de 2 minutos você faz tudo com baixo risco de danificar a máquina. Além do mais, quando você compra o despolido, normalmente vem no kit todos os acessórios necessários para fazer a substituição (pinça, case, luva de dedo, gancho…).

E por fim, fiz esse post porque tive uma certa dificuldade para achar material sobre o assunto na net, principalmente em português. Comecei a pesquisa sem mesmo saber o nome da peça… Foi feia a peleia… Obrigado Google!!!!

 

Postagens relacionadas

3 respostas

  1. Muito bom o seu post. Estava mesmo procurando mais informaçoes sobre o despolido. Eu risquei o meu e ainda nao tive oportunidade de ir até SP para levar na assistencia técnica. Vc acha que mesmo no modo AF, minhas fotos ficam prejudicadas pelo despolido riscado ou nao influencia em nada?? =/

  2. É sim, o despolido da minha câmera ta riscado. Também nao notei perda de comandos no MF da minha 550D, mas como uso mais o modo de foco automático fiquei em dúvida se perderia na qualidade do foco.
    Obrigada pela rápida resposta!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.