Países Baixos em 35mm

Continuando com as fotos das férias pela Europa, agora por Bruxelas, Bruges, Luxemburgo e Amsterdã!

Para ver as outras fotos, clique aqui!


Canais de Bruges, a Veneza do norte, nem tanto…


Há dois Bruges, um de dia e um a noite.


Folhas de plâtano, Luxemburgo.


Dia chuvoso em Luxemburgo, dia perfeito para tirar uma soneca.


Sol! Um pouco de calor em Bruxelas!


Em algum muro de Luxemburgo, a chegada da primavera.


Especialidades Belga: chocolate e cerveja. Direita ou esquerda?


Voando baixo de algum lugar ao outro.

Market Central de Bruxelas.


Reflexo pós-chuva em Bruges.

Amsterdam das bicicletas
A cidade de Amsterdã é o paraíso para quem curte a ideia de usar bicicleta como meio de mobilidade urbana.
Há tanta bikes pelas ruas que é preciso tomar mais cuidado com as bikes que são silenciosa do que com os carros e bondes que dividem a via. Por isso, andar de bike não é tão trivial assim, pelo menos foi o que eu achei. Há regras rígidas de circulação, com cruzamentos sinalizados para as bikes, área de recuo para conversão, vias de mão única, mão dupla… Isso sem contar que tem que dar o pisca, com as mãos, e usar a buzina (sininho) para alertar. É claro que isso tudo vira uma confusão organizada, mesmo assim sempre tem um malandro que entra na ciclovia fora do ponto e quase causa um acidente, ou o cara que fura o sinal e fecha o outro… Barbeiro tem em qualquer lugar. Acho que eu vi mais quase acidente de bike do que de carro em Amsterdã.

Olhando para as bikes de Amsterdã e olhando para o Brasil, ou Vitoria que eu conheço mais, vejo que temos um loooongo caminho pela frente. Estamos anos luz atrás em termos de utilizar a bike como meio de transporte. No Brasil, a bike ainda é vista como um meio de lazer e não como um meio de transporte. E as ciclovias são encaradas como vias de lazer para o final de semana e não uma estrada que te leva de um lugar ao outro.


Perdido em algum canal de Amsterdã…


Meio de transporte oficial de Amsterdã, a bike.


Um dia qualquer em Amsterdã, a vida acontece normalmente.


Final do dia em Amsterdã para fechar as férias.


Nós, juntos, em algum lugar.

Agora, é trabalhar para pagar a fatura do cartão e tentar me recuperar o quanto antes da depressão pós-férias! Ou quem sabe, pensar nas próximas férias?

Postagens relacionadas

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.