Cachoeiro de Itapemirim

Pedra do Lagarto

Alt. 350m

Foto: Complexo do Itabira.

Tradicional

Atualizado em: 05/06/2019

Distância

100km

Caminhada

20min.

Face

Oeste

Livro de cume

Não

Como chegar

Saindo de Vitória tome a saída em direção ao Sul do Estado, ou pela BR-101 ou por Guarapari e depois pela BR-101 até o primeiro acesso à cidade de Cachoeiro de Itapemirim (122km). Na primeira saída siga por mais 11km até o trevo e vire à direita. Logo em seguida, o Complexo do Itabira já estará visível à direita. Entre no segundo sítio à direita (900m) e solicite passagem.

Aproximação

A caminhada é bem intuitiva. Basta seguir pelo pasto contornando a pedra à direita até entrar na mata. Na mata procure uma pequena grota por onde a água desce após chuva forte. Da base é possível ver os 2 primeiros grampos da via. 20 min.

Mapa

Filter by

4/5

Lagarto

5o, VI, E3/E4, D2, 220m

Data da conquista

1996

Conquistarores

"Kinkas" e Valéria

Equipos

Duas cordas de 60m e 10 costuras, sendo algumas longas. Não é necessário estribo para o trecho em artificial, pois é apenas uma passada com os grampos bem próximos.

Início da via do Lagarto.

Proteções

A via foi conquistada em 1996 e desde então não teve muita manutenção, por isso muitos grampos estão em mal estado de conservação. 

Faltou bater o grampo...

1a enfiada – 30m, IV, 4 pro. A via começa numa espécie de grota dominando agarras e seguindo um veio de cristal até ganhar um platô à direita onde está a parada dupla.

2a enfiada – 50m, VI, 10 pro. A enfiada segue em diagonal à esquerda por um curso d’água dominando uma série de lances verticais (3 no total). Se estiver escalando com corda simples, requer um bom gerenciamento para minimizar o atrito.

3a enfiada – 40m, IV, 5 pro. A enfiada segue reto para cima até a pedra perder inclinação e depois segue em diagonal à direita em aderência até a parada dupla.

4a enfiada – 40m, V, A0, 8 pro. Enfiada bem variada que começa em aderência até a pedra ficar vertical. Neste trecho há um pequeno lance em A0 para alcançar o veio de cristal. A via segue pelo veio de cristal até ela sumir e seguir por uma sequência de lances em abaulados.

5a enfiada – 60m, V SUP, 6 pro. A enfiada segue no mesmo estilo “ondinhas” até o primeiro grampo que está bem ruim e depois segue reto para cima até uma espécie de caverna onde há outro grampo. Depois a via segue pela direita dominando um lance exposto (platô) e segue até o segundo platô, onde há um grampo. Dali para cima, a enfiada segue em diagonal por uma aderência até a base da grande laca. Na virada da laca há um grampo que pode passar batido. A parada está no lado esquerdo da laca.

Descida – Descida da P5 até a P4. Da P4 descer até uma parada intermediária que fica entre a P3 e a P2. E dali mais uma rapel de 60m até a P1. Da P1 até o chão são mais 30m.