Lista das vias que não estão no livro Escalada Capixaba

  • As montanhas ao entardecer.

Atenção! Atualmente, no Espírito Santo, a prática da escalada não é recomendada devido à pandemia. Vamos ter paciência e senso de solidariedade neste momento!

No início de 2018 foi lançado no Espírito Santo, o Livro Escalada Capixaba de Oswaldo Baldin que é o primeiro guia de escalada de um Estado inteiro. O livro contempla mais de mil vias, entre tradicionais, esportivas e boulders.

É claro que o mundo das conquistas não acabou com o lançamento do livro, afinal de contas, o Espírito Santo é um Estado muito, mas muito farto de pedras.

Ainda em 2017, após o deadline que o Baldin passou, foram conquistadas várias vias que acabaram não entrando no guia e muita gente nem deve saber da existência. Então resolvi fazer mais uma lista para animar a galera nessa quarentena.

Livro Escalada Capixaba.

Falando em listas, andei fazendo várias listas nos últimos tempos. Para quem gosta:

2017

  1. Locomotiva 269 (5o, VI SUP, E2, D1, 200m), Pedra do Túnel, Ibiraçu
  2. Manual da Fenda Cega (4o, VI, E2, D2, 215m), Pedra do Limoeiro, Itarana
  3. Memória de Elefante, Filhote do Elefante, Nova Venécia
  4. Le Belle du Jour (4o, IV, E3, 620m), Pedra Alvina, Pancas
  5. Galo da Madrugada (4o, V SUP, 420m), Pedra do Camelo, Pancas
  6. Black and White (4o, V, E2, 400m), Pedra Napolitano, Pancas

Nos anos subsequentes, 2018 e 2019, ainda tivemos várias conquistas pelo Estado com destaque para via “A Resistência”, uma duríssima via conquistada pelos escaladores paranaenses que virou série num canal pago.

Outro destaque ficou por conta das vias esportivas conquistadas em Uliana, Venda Nova do Imigrante, onde os escaladores locais equiparam várias vias de altíssima qualidade.

Uliana, Venda Nova do Imigrante. Foto: Caio Afeto.

2018

  1. Bicuda Bitela (4o, VI, E3, D3, 900m), Pedra da Arapoca, Castelo
  2. Boca de Urna (4o, IV SUP, E3, D1, 225m), Pedra de Itapina, Baixo Guandu
  3. Caminho da Sabedoria (5o, V SUP, E2, D1, 65m), Parede da Sabedoria, Ibiraçu
  4. Corrente Alternada (4o, V, E2, D1, 80m), Totem do Sumidouro, Santa Leopoldina
  5. De volta ao jogo (290m), Pedra da Cara, Pancas
  6. Dor de Cotovelo (6o, VII, E1, D1, 50m), Parede dos Sonhos, Itarana
  7. Du Cacá (5o, VI SUP, E3, D2, 300), Pedra da Caveira, Atílio Vivacqua
  8. Engenheiros do Cruzeiro (4o, V SUP, E3, D2, 375m), Pontal de Santa Joana, Itaguaçu
  9. Entre a Cruz e o Tubarão (3o, V, E3, D3, 390m), Pedra do Tubarãozinho, Afonso Cláudio
  10. Mirante da Ilha (4o, V, E3, D2, 200m), Pedra Escravada, Cariacica
  11. Na onça (6o, VI, A3, E4, D4, 270m)
  12. Onde os amigos têm vez (4o, V, E3, D2, 240m), Pedra do Córrego, Pancas
  13. Plano Avesso (5o, VI, E2, D2, 260m), Pedra do Jacaré, Pancas
  14. Prisioneiros do destino (2o, III, E2, D1, 150m), Pedra do Farol, Mimoso do Sul
  15. Recanto do Mestre (4o, V SUP, E2, 150m), Mestre Álvaro, Serra
  16. Tempestade Solar (4o, V SUP, E3, D2, 480m), Pedra do Holandês, Itaguaçu
  17. Terra Prometida (6o, VII, A0, E2, D2, 320m), Pedra do Penedo, Itarana
  18. Última Página (6o, VII, E2, D1, 60m) Pedra São Luis, Castelo
  19. Variante do Otimista (4o, V, E3, D1, 70m), Pedra do Tubarãozinho, Afonso Cláudio
Rodrigo escalando a via “Dor de Cotovelo”, Parede dos Sonhos, Itarana.

2019

  1. A resistência (7o, Xa, E3, D5, 725m), Pedra da Fortaleza, Nova Venécia
  2. Amigos do Peito (IV, E2, 60m), Peitos de Moça, Atílio Viváqua
  3. Até você guia (4o, IV SUP, E1, D1, 200m), Pedra da Boca, Pancas
  4. Boca Seca (4o, IV SUP, E3, D1, 200m), Pedra do Tubarão, Pancas
  5. Cadê o Grampo (3o, IV, E3, D2, 294m), Barra de São Francisco
  6. Cruzeiro Novo (4o, V SUP, E2/E3, D1, 130m), Pedra do Cruzeiro, Cachoeiro de Itapemirim
  7. Dando a volta por cima (3o, IV, E3, D2, 230m), Pedra da Onça, Itarana
  8. Divinas Tetas (4o, E3, 60m), Peitos de Moça, Atílio Vivácqua
  9. Fissura das Deusas (4o, V, E3, D1, 240m), Pedra do Tubarão, Pancas
  10. Garrafada do Norte (5o, VI, E2, D3, 425m), Pedra Botelha, Boa Esperança
  11. Jogo rápido (3o, IV SUP, E3, D1, 230m) Pedra da Cara, Pancas
  12. Mãe da Lua (6o, VIIa, E3, D3, 235m), Pedra do Dedo, Nova Venécia
  13. Munakill, Pedra do Elefante, Nova Venêcia
  14. O pecado mora ao lado (3o, IV, E3, D1, 195m), Pedra do A2, Ibiraçu
  15. Picada da Onça (4o, IV, E3, D2, 465m), Pedra da Onça, Itarana
  16. Só o homem penitente passará (IIIo, V, E3, D2, 220m), Pedra dos Bragattos, Afonso Cláudio
  17. Sorte de Principiante (3o, IV, E3, D3, 190m), Pedra do Barro Preto, Itaguaçu
  18. Verruga (3o, IV, E3, D2, 440m), Pedra Córrego da Braz, Baixo Guandu
  19. Vésper (5, V SUP, E2, 75m), Monte Vênus, Atílio Vivácqua
Conquista da variante “Fissura das Deusas”. Foto: Maísa.

O ano de 2020 está ai e já passamos do primeiro trimestre sem nenhuma via conquistada. Em parte por causa das chuvas de verão e depois por causa da quarentena. Mas, pensando bem, segundo os meus registros, foi conquistada apenas uma via esportiva em Viana no início do ano.

Poul equipando a via Kurumi, em Viana.

Não sei como será a temporada 2020, porque ultimamente está difícil fazer qualquer tipo de previsão. Ou você tinha previsto que esse ano iria lavar com álcool o saquinho de Ruffles antes de comer e que iria para o mercado disfarçado de assaltante? Mesmo depois dessa crise, ainda teremos a crise econômica pela frente. E está provado por correlação que quando a economia vai mal, as conquistas também vão mal no Estado (com certa defasagem). Por isso, acho que 2020 não será um ano tão frutífero. Em geral, são conquistadas menos de 20 vias por ano, e já no primeiro trimestre têm umas 3 vias conquistadas. Com a crise, provavelmente teremos as primeiras conquistas somente no final do primeiro semestre, ou seja se tivemos umas 10 vias conquistas este ano será muito.

Até lá o jeito é ficar fazendo barra em casa e lustrando os mosquetões.

Entardecer num dia de quarentena.

Postagens relacionadas

Comentários

2 respostas

  1. Enquanto as conquistas diminuem a motivação pra volta só aumentam ?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.